Agronegócio

Friboi investe R$ 60 milhões em unidades de Goiás

O Estado de Goiás está na rota do projeto de expansão traçado para o próximo ano
Por: -Giselle Vanessa Carvalho
1 acessos

Goiás está na rota do projeto de expansão traçado para 2007 em relação aos mercados interno e externo do Grupo JBS-Friboi. Serão cerca de R$ 60 milhões de investimentos em quatro projetos nas cidades de Guapó, Luziânia, Anapólis e Goiânia. As três unidades que serão ampliadas e a fábrica que será reinaugurada gerarão cerca de 1,5 mil novas frentes diretas de trabalho no Estado.

O aumento da capacidade de produção da fábrica da Luziânia de 20 mil para 30 mil toneladas de produtos por mês custará em torno de R$ 40 milhões para os cofres do maior frigorífico do Brasil e da Argentina e o quarto maior do mundo. O Friboi investirá pesado na ampliação das linhas de higiene e limpeza. As marcas Albany e Minuano são grandes apostas. A expansão da unidade de Guapó também segue esse propósito. O parque industrial está em fase de melhoramento para fabricação de produtos dessas linhas.

Fechada desde 2002, a unidade de Anápolis passa por reformas. A projeção é de que a reativação aconteça em março. O local será reinaugurado com o propósito de obter aprovação para abate e exportação de carne para a Europa. Os anapolinos ficarão com a maior parte dos 1,5 mil empregos que serão gerados pelos novos projetos em Goiás. Nas outras três cidades, o corpo de funcionários será apenas complementado de forma proporcional à necessidade gerada pelo aumento da estrutura. Para Anápolis, todos os funcionários, da limpeza à área administrativa, terão de ser contratados.

Os três projetos devem ser concretizados ainda no primeiro semestre de 2007. Mas até o final do próximo ano a planta do Friboi em Goiânia também será expandida. A reforma deve fazer com que a capacidade de abate diário passe de 1,5 mil para duas mil cabeças. O aumento médio de 30% fará com que a produção do grupo na Capital seja superior à das duas unidades na Argentina.

No Mercosul, o frigorífico abate por dia 1,5 mil animais – 10% da margem de abate brasileira. Goiás está na rota de investimentos do Friboi não apenas por ser uma potência agropecuária, mas pelos incentivos fiscais oferecidos pelo governo do Estado ao grupo.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink