Frigorífico em Porto Nacional cumpre exigências do TAC
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,090 (1,09%)
| Dólar (compra) R$ 5,60 (-0,11%)


Agronegócio

Frigorífico em Porto Nacional cumpre exigências do TAC

O objetivo da ação foi averiguar se o estabelecimento cumpriu o TAC
Por:
1229 acessos
Em cumprimento a determinação do MPE – Ministério Público Estadual, a Adapec – Agência de Defesa Agropecuária – realizou fiscalização no frigorífico Jatobá, em Porto Nacional, nessa segunda-feira, 02. O objetivo da ação foi averiguar se o estabelecimento cumpriu o TAC – Termo de Ajustamento de Conduta, que previa interdição no caso do descumprimento das exigências. Após vistoria foi constatado que as determinações estão sendo cumpridas.

Esta ação abrange os frigoríficos registrados no SIE – Serviço de Inspeção Animal, que desde o mês de maio de 2011, firmaram um TAC entre MPE e Adapec. O Termo previa, entre outras, adequações na parte estrutural e operacional, incluindo a instalação e funcionamento de câmara fria, para o resfriamento da carne, divisórias das seções de abate, miúdos e bucharia. Além disso, a contratação de auxiliares para a inspeção do produto.

De acordo com a coordenadora de Inspeção Animal da Adapec, Joseanne Cademartori Lins, dos seis estabelecimentos, somente três ainda não tinham cumprido integralmente o acordo. “Fiscalizamos o frigorífico de Araguaína que também cumpriu as normas. Neste aqui a câmara fria está funcionando e a equipe de inspeção está completa”, afirmou a coordenadora de inspeção animal da Adapec, Joseanne Cademartori Lins, complementando que apenas o Frigocapa de Palmas, por meio de uma liminar na justiça, conseguiu dilação do prazo por mais 60 dias.

Joseanne disse ainda que todo produto de origem animal é altamente perecível, por isso o resfriamento da carne deve ser prioridade. A temperatura das carcaças deverão atender a Portaria Ministerial nº 304/96, onde deverão atingir 7°C na intimidade muscular. “As indústrias, mesmo com investimentos altos na estrutura, devem ter consciência da importância de produzirem alimentos com segurança alimentar, preservando a saúde do consumidor”, ressaltou.

O frigorífico Jatobá abate, em média, 100 animais por dia. A produção mensal gira em torno de 390 mil quilos. De acordo com o procurador da empresa, João Alves Guimarães Neto, o estabelecimento funciona há 08 anos e que para se adequar as exigências foram investidos cerca de R$ 1,5 milhões. “A expectativa é atrair novos mercados”, destacou.

Neste estabelecimento a Adapec mantém dois médicos veterinários oficiais e dois auxiliares, que atuam na linha de inspeção, onde são verificados, entre outras, as patologias até o carregamento adequado do produto. A empresa disponibiliza mais 06 auxiliares para área de inspeção.

Dados
O Tocantins conta hoje com 06 frigoríficos registrado no SIE – Serviço de Inspeção Estadual, localizados nos municípios de Araguaína, Palmas, Porto Nacional, Gurupi e Silvanópolis. Em 2011 produziram 22,35 mil toneladas de carnes, que são comercializadas em todo o Estado do Tocantins. O abate de bovinos chegou a 130.330, sendo que destes, 6.875 machos e 123.455 fêmeas.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink