Frigoríficos catarinenses aderem ao Programa de Abate Humanitário

Agronegócio

Frigoríficos catarinenses aderem ao Programa de Abate Humanitário

O Programa promoverá treinamentos nos abatedouros com Serviço de Inspeção Federal, Estadual e Municipal
Por:
256 acessos

O secretário de Estado da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Antonio Ceron, esteve reunido na terça-feira (14) com o presidente da Sociedade Catarinense de Medicina Veterinária (Somevesc), Paulo Roberto Garcia, com a gerente de Animais de Produção da Sociedade Mundial de Proteção Animal (WSPA, na sigla em inglês), Charli Ludtke e o diretor de Defesa Agropecuária de SC, Roni Barbosa com o propósito de discutir a implantação do Programa Nacional de Abate Humanitário.

O Programa conhecido como STEPS (etapas em inglês) promoverá treinamentos nos abatedouros com Serviço de Inspeção Federal, Estadual e Municipal em Santa Catarina. Serão capacitados todos os médicos veterinários oficiais, agentes de inspeção e demais profissionais recomendados pelos sistemas de inspeção. Segundo Ludtke, os treinamentos também deverão ser oferecidos à equipe técnica do frigorífico, sendo fundamental sua capacitação para que harmonize os critérios relacionados ao bem-estar dos animais no manejo pré-abate entre a Inspeção e o Controle de Qualidade.

O Governo do Estado assinou um termo cooperação técnica, através da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de SC (Cidasc), com a WSPA para a execução do programa de capacitação. O objetivo é propiciar um melhor entendimento e aplicação dos dispositivos legais para atender as boas práticas de abate humanitário, incluindo os padrões internacionais e as diretrizes da Organização Internacional de Saúde Animal (OIE) e da União Européia.

“Fomos escolhidos para sermos os pioneiros na implantação desse programa porque Santa Catarina é o único Estado livre de febre aftosa sem vacinação, reconhecido pela OIE”, afirma Ceron. O Programa STEPS será aplicado em aproximadamente 150 municípios durante um ano, de acordo com o termo de cooperação, e envolverá as áreas de abate de bovinos, suínos e aves. Atualmente em Santa Catarina são 188 frigoríficos com o serviço de inspeção estadual, 56 com o municipal e 49 com o federal.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink