Frigoríficos de MS podem parar devido à greve dos fiscais

Agronegócio

Frigoríficos de MS podem parar devido à greve dos fiscais

Os frigoríficos do Estado estão operando com apenas 30% da capacidade
Por:
10 acessos

Com a greve dos fiscais agropecuários completando nesta terça-feira (26-06) oito dias, os frigoríficos de Mato Grosso do Sul estão operando com apenas 30% da capacidade de abates e alguns já estão pensando em parar, já que as câmaras frigoríficas estão lotadas e estão sendo feitas poucas emissões do selo SIF (Serviço de Inspeção Fiscal), que é necessário para as exportações, conforme informou o fiscal agropecuário e presidente da Associação dos Fiscais Federais Agropecuários de Mato Grosso do Sul, Sérgio Feijó Figueiredo.

Feijó acrescenta que além da redução dos abates, as fiscalizações para exportações e importações de produtos agropecuários nos aeroportos estão afetadas com a greve, além das exportações de milho e soja. Os fiscais estão em greve desde a segunda-feira passada, a greve é para reivindicar uma série de ações junto ao governo federal, dentre elas a criação da Escola Superior de Fiscais Agropecuários, contratação de novos fiscais e reajustes salariais.

Essas reivindicações estão sendo feitas desde 2005, mas até o momento nada foi oferecido pela União”, reclama o sindicalista, informando que os serviços de inspeção sanitária federal no Estado serão mantidos em 30% enquanto durar a greve. A greve deve reduzir em 70%, principalmente nas vendas de milho, soja, frango e carne bovina, as exportações do Estado. Por enquanto, segundo Feijó, não tem nenhuma reunião marcada para definir o fim da greve, no entanto, é aguardado que a qualquer momento o Ministério do Planejamento abra para o diálogo, já que na quinta-feira passada, após reunião com o secretário de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Douvanier Paiva Ferreira, os fiscais federais agropecuários decidiram manter a greve por tempo indeterminado.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink