Fundação Bahia homenageia Jorge Amado em suas novas cultivares de soja

Agronegócio

Fundação Bahia homenageia Jorge Amado em suas novas cultivares de soja

Conheça a BRS 313 Tieta, BRS 314 Gabriela e BRS 315 Lívia
Por: -Janice
1328 acessos
A combinação exata entre rusticidade e delicadeza, porte e beleza de três das mais conhecidas heroínas das histórias do escritor baiano Jorge Amado, Gabriela (Gabriela Cravo e Canela), Tieta (Tieta do Agreste) e Lívia (Mar Morto), foi a inspiração de batismo das três novas variedades comerciais de soja que a Fundação Bahia e a Embrapa Cerrados disponibilizam para a safra 2011/12. A primeira apresentação do trio de tecnologias genuinamente baianas aconteceu na Passarela da Soja 2011, em 12 de março passado, porém, ainda com os nomes de BRS 313, a BRS 314 e a BRS 315. Mas, a partir de agora, entram em vigor as novas nomenclaturas, devidamente registradas: BRS 313 Tieta, BRS 314 Gabriela e BRS 315 Lívia.

“Foi uma idéia feliz e original que vai conferir ainda mais personalidade aos nossos materiais, na medida em que absorve os valores fortes e o charme que a marca Bahia agrega, e que hoje já batiza também a nossa instituição de pesquisa privada, a Fundação Bahia”, disse o presidente da Fundação, Amauri Stracci. Ele afirma que considera a justa a homenagem ao gênio literário baiano, traduzido em mais de 70 idiomas.
“Agora, quando fizerem a pergunta clássica, o que é que a baiana tem, vamos dizer sem medo de errar: tecnologia em soja”, disse Stracci.

As informações são da assessoria de imprensa da Fundação Bahia.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink