Fundação Pró-Sementes disponibiliza resultados de pesquisa com trigo no RS

Agronegócio

Fundação Pró-Sementes disponibiliza resultados de pesquisa com trigo no RS

Foram avaliadas 58 cultivares de sete obtentores diferentes
Por: -Janice
2545 acessos
Foram avaliadas 58 cultivares de sete obtentores diferentes indicadas para o estado. Resultados estão disponíveis no www.fundacaoprosementes.com.br

Já estão disponíveis no site da Fundação Pró-Sementes os resultados de trigo dos Ensaios de Cultivares em Rede (ECR), pesquisa desenvolvida pela entidade desde 2007. No relatório é possível avaliar o desempenho das 58 cultivares de trigo indicadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) para o Rio Grande do Sul na safra 2010.

Na safra de trigo 2010, das 58 cultivares analisadas, 27 eram do tipo pão, 28 do tipo brando e três tipo melhorador. A média de rendimento da região I (Júlio de Castilhos, Passo Fundo, São Gabriel e Vacaria) foi maior que na região II (Cachoeira do Sul e Santo Augusto). As cultivares da primeira região atingiram média de 6.170 kg/ha, enquanto na região II a média foi de 4.776 kg/ha.

A região produtora mais favorável ao cultivo do trigo na safra 2010 foi a de Vacaria. A média da produtividade foi de 8.835 kg/ha, com destaque a uma das cultivares que ultrapassou as 10 toneladas por hectare. De uma maneira geral, as variedades semeadas na segunda época de plantio apresentaram maior rendimento.

Pesquisa

A pesquisa desenvolvida pela Fundação Pró-Sementes com apoio da Farsul é única no país e foi realizada em campos experimentais de Júlio de Castilhos, Passo Fundo, São Gabriel, Vacaria, Cachoeira do Sul e Santo Augusto, cidades que compreendem diferentes regiões produtoras de trigo no estado. O assessor do Conselho Diretor da Fundação Pró-Sementes, Rui Colvara Rosinha, destaca a importância de a pesquisa ser realizada em diferentes regiões produtoras. “Com esse elevado número de cultivares, seguramente a assistência técnica e os produtores encontram dificuldade em obter uma informação mais detalhada, sobre o seu comportamento na sua região, principalmente sobre o potencial produtivo e outras características agronômicas. Mesmo que uma cultivar seja indicada para vários estados, clima, solo e latitude influenciam diretamente seu comportamento. Com os ECR é possível saber o comportamento de cada cultivar nas mais variadas regiões”, observa.

O principal objetivo da rede experimental de trigo conduzida pela Fundação Pró-Sementes e abrangendo os estados do RS, SC, PR e SP, é fornecer informações adicionais para a tomada de decisão sobre o uso de cultivares de trigo nas diferentes regiões onde estão indicadas. Como os experimentos são implantados e conduzidos de maneira uniforme em todos os locais, permite ao usuário da informação uma melhor visualização do conjunto de cultivares indicados para a sua região.

Resultados

Para acessar os resultados entre no http:// www.fundacaoprosementes.com.br, clique em Ensaio de Cultivares, depois em Trigo e baixe o último relatório. No local estão disponíveis também os relatórios dos outros anos de pesquisa. Os resultados da pesquisa nos estados de Santa Catarina, Paraná e São Paulo serão disponibilizados na próxima semana.

As informações são da assessoria de imprensa da Fundação Pró-Sementes.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink