Fundecitrus muda estratégia de ações em 2007

Agronegócio

Fundecitrus muda estratégia de ações em 2007

Instituição concentra esforços no combate ao cancro cítrico e investe em conscientização para o controle do greening
Por: -Redação
3 acessos

O Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus) prepara mudanças para a sua atuação em 2007. A instituição vai priorizar o combate ao cancro cítrico, concentrando o efetivo de inspetores nas varreduras da doença, e vai investir na conscientização do citricultor que agora tem a responsabilidade de inspecionar o seu pomar para o controle de greening.

Com a mudança no sistema de inspeções, o Fundecitrus adequa a sua previsão orçamentária ao cenário atual da sanidade da citricultura. A decisão foi corroborada pelo Comitê Técnico-científico da instituição que conta também com representantes da Secretaria da Agricultura.

O último levantamento amostral de cancro cítrico, concluído em setembro, apontou um crescimento preocupante da incidência da doença. Ainda houve o agravante de a doença ter retornado a regiões que não apresentavam histórico recente de focos e chegar à região Sul, considerada a nova fronteira da citricultura paulista, com um crescimento expressivo no plantio de citros.

Diante do quadro, o Fundecitrus aumentará em 20% seu efetivo de inspetores para o cancro cítrico, que atuarão principalmente na região Norte do Estado, que apresentou os maiores índices da doença no levantamento amostral. Além disso, as equipes das regiões Central e Noroeste serão reforçadas e uma equipe será criada para a região Sul, com a abertura de mais um centro de apoio na região.

Em contrapartida, a equipe de greening, criada em 2004, quando a doença foi identificada, terá seu número reduzido dos atuais 500 inspetores para 80. Isso é possível porque a instrução normativa nº 32 responsabiliza o citricultor pela inspeção de seus pomares para o controle do greening. A entidade atuará como auditor, credenciado pela Secretaria de Agricultura, do trabalho desenvolvido pelo produtor.

Em vista das regiões atingidas pelo cancro cítrico e pelo greening serem diferentes, a adequação das inspeções ocasionou a dispensa dos funcionários da equipe de greening que não puderam ser recolocados no trabalho de controle de cancro cítrico.

Em apoio à nova responsabilidade do citricultor, o Fundecitrus está aumentando a equipe de conscientização sobre o greening, responsável por visitar as propriedades afetadas pela doença para orientar, tirar dúvidas sobre a melhor forma de combater a doença. A equipe aumentou de 4 para 11 agrônomos. Eles ficarão sediados nas cidades de Araraquara, Araras, Casa Branca, Descalvado, Itápolis, Matão, Mogi Mirim, Taquaritinga e São Manuel. A equipe também será responsável pelas palestras e treinamentos para inspetores sobre o greening. As informações são da assessoria de imprensa do Fundecitrus.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink