Fungicidas vendem mais com ferrugem asiática

Agronegócio

Fungicidas vendem mais com ferrugem asiática

Por:
1 acessos

A Bayer CropScience e Dow Chemical’s AgroSciences, que também produzem fungicidas, o ataque de ferrugem asiática não é má notícia. Os sojicultores brasileiros deverão gastar US$ 500 milhões (em torno de R$ 1,5 bilhão) com esses produtos nesta safra, a fim de combater a doença.

“O surgimento da ferrugem da soja criou um novo e promissor mercado”, disse o diretor de relações institucionais da Bayer CropScience em São Paulo, Peter Ahlgrimm, ao jornal americano ‘The New York Times’.

A Embrapa está investindo maciçamente em um projeto que procura desenvolver sementes de soja resistentes à ferrugem ou que requeiram menos fungicida até 2007. Até agora, cerca de US$ 6 milhões (aproximadamente R$ 18 milhões) foram destinados ao projeto.

O Brasil deve produzir na próxima safra entre 61,4 milhões e 64,5 milhões de toneladas de soja, dependendo da previsão, com pequeno aumento da área plantada. Os EUA, por sua vez, colherão 85,7 milhões de toneladas; na safra anterior, colheram 66,8 milhões, informou o Departamento de Agricultura dos EUA.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink