Gasolina fecha com alta de 3,6% em junho, aponta Ticket Log
CI
Imagem: Pixabay
COMBUSTÍVEL

Gasolina fecha com alta de 3,6% em junho, aponta Ticket Log

Etanol e diesel tiveram comportamento de alta em todas as regiões do País, porém, com baixa nos preços em alguns Estados
Por:

O preço médio dos combustíveis, que até maio apresentava um recuo, voltou a aumentar nas bombas em junho, confirmando a análise da primeira quinzena e fechou o período com alta para todos os tipos de combustíveis, revela o Índice de Preços Ticket Log (IPTL). A gasolina, que em maio era encontrada por R$ 4,005, foi vendida em junho ao preço médio de R$ 4,151, um aumento de 3,63%. O combustível foi o único que teve valores mais altos em todos os Estados brasileiros. O etanol fechou o último mês com o valor médio de R$ 3,320, um incremento de 3,59% em relação a maio, quando o combustível era vendido a R$ 3,206. Já o diesel apresentou aumento de 1,38% em junho. Etanol e diesel tiveram comportamento de alta em todas as regiões do País, porém, com baixa nos preços em alguns Estados.

“O aumento no preço dos combustíveis já estava previsto como reflexo gradativo nas bombas, dos repasse de alta às refinarias que aconteceu em maio. Porém, junho foi o primeiro mês do ano a apresentar preços mais altos de fato para os três principais combustíveis, gasolina, etanol e diesel. A partir do último mês também começamos a perceber uma flexibilização maior da quarentena em muitas cidades brasileiras, com isso temos mais veículos em circulação, o que torna mais perceptível esse aumento para os motoristas.”, afirma o Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil, Douglas Pina.    

Todas as regiões tiveram aumento nos preços dos combustíveis. A gasolina mais cara do País, que em maio era encontrada no Nordeste, em junho foi vendida no Sudeste por R$ 4,198, um aumento de 2,97%. A versão mais barata do combustível foi registrada nas bombas do Sul, por R$ 3,940, porém com o maior aumento do País, de 4,7%.

Já o etanol mais barato foi comercializado no Centro-Oeste por R$ 2,896, um aumento de 2,26% em relação aos valores de maio. A Região Norte ainda mantém a liderança com o maior preço médio para o etanol, que foi encontrado nas bombas por R$ 3,568, avanço de 0,59%, no comparativo com maio.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink