GDM e Yield10 Bioscience assinam acordo de colaboração em pesquisa de soja
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,806 (4,73%)
| Dólar (compra) R$ 5,62 (-0,44%)

Imagem: Marcel Oliveira

AGRICULTURA

GDM e Yield10 Bioscience assinam acordo de colaboração em pesquisa de soja

GDM planeja trabalhar com os eventos da Yield10 dentro do seu programa de pesquisa e desenvolvimento
Por:
343 acessos

A empresa americana de biotecnologia Yield10 Bioscience, de Woburn, Massachusetts e a GDM América do Norte anunciaram no último dia 11, um acordo de colaboração não exclusivo em pesquisa para avaliar eventos transgênicos (traits) com potencial para aumentar a produtividade da soja.

Sob o acordo, a GDM planeja trabalhar com os eventos da Yield10 dentro do seu programa de pesquisa e desenvolvimento, como uma estratégia para melhorar o desempenho e a sustentabilidade na produtividade da soja. Na sua primeira fase, o acordo inclui três eventos de produtividade, com o potencial de expandir o programa para mais eventos no futuro. Até agora, nos testes realizados pela Yield10 na casa de vegetação e/ou campo, esses novos eventos apresentaram características que afetam o rendimento nas plantas, como maior vigor, aumento de fotossíntese e na produção de sementes.

Juntas, a Yield10 e GDM pretendem estabelecer uma colaboração mais ampla, com a finalidade de alavancar a plataforma de descoberta de eventos transgênicos da Yield10 e a capacidade da GDM de inserir os eventos em genótipos pré-comerciais de alto rendimento, a fim de desenvolver e lançar novas variedades de soja com eventos que contribuem ainda mais com o rendimento.

De acordo com André Beló, PhD, Gerente de Novas Tecnologias de Melhoramento da GDM, “a abordagem única da Yield10 em relação a descoberta de novos eventos transgênicos gerou um portfólio significativo de eventos de produtividade que nos interessam para serem testados em nosso germoplasma de elite”.

“A GDM faz pesquisa avançada e usa tecnologias de melhoramento tais como a edição e a seleção genômica e acreditamos que com esse acordo teremos a oportunidade de desenvolver novos eventos/traits de desempenho que irão complementar nossa capacidade em melhoramento de plantas. Estamos ansiosos para trabalhar com o time da Yield10 e para desenvolver novas variedades de soja de alto rendimento”, destacou André.

“Estamos ansiosos para dar suporte ao time de pesquisa da GDM. Capacitá-los para avaliar esses eventos na soja”, comentou Kristi Snell, CSO da Yield10 Bioscience. De acordo com Kristi, a Yield10 vem demonstrando a capacidade de identificar novos eventos, por meio da plataforma própria chamada GRAIN, com potencial significativo para aumentar a produtividade da soja e de outras plantas oleaginosas. “Essa parceria com a GDM trará novas perspectivas para a melhoria do desempenho da soja” ressaltou.

“Trabalhar com grandes empresas como a GDM, líder em inovação no setor agrícola, para testar novos eventos identificados pela nossa “Fábrica de Traits”, em lavouras como a da soja, é fundamental para a nossa estratégia de criar valor de opção para os nossos eventos nas principais culturas”, disse Oliver Peoples, Ph.D., Presidente e CEO da Yield10 Bioscience. “Além dos negócios de sementes nos Estados Unidos, a GDM opera extensivamente nas áreas de pesquisa, melhoramento vegetal, teste e desenvolvimento tecnológico das culturas na Argentina e no Brasil, o que pode abrir um caminho mais rápido para a distribuição comercial. Estamos felizes em ter a GDM envolvida com o teste dos nossos eventos no seu germoplasma e queremos continuar a explorar novas maneiras de trabalharmos juntos e amplamente no desenvolvimento de novos eventos na soja”.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink