ESTUDO

Gene de arroz aumenta produtividade de milho

Estudo é do Rothamsted Research e da Syngenta
Por: -Leonardo Gottems
988 acessos

Há três anos, biotecnólogos demonstraram em campos experimentais que poderiam aumentar a produtividade milho através da introdução de um gene de arroz na planta que regulava a acomodação da sacarose em grãos e levaram a mais grãos por planta de milho.

Eles sabiam que o gene de arroz afetaria o desempenho de um químico natural no milho, o fosfato trehalose 6-, que influencia a distribuição da sacarose na planta. Mas eles descobriram mais detalhes das relações governando a produtividade a maior produtividade.

“Agora que sabemos muito mais sobre o efeito da produtividade”, diz Matthew Paul, que liberou a equipe anglo-americana do Rothamsted Research e da Syngenta. As descobertas foram publicadas na revista Plant Pysiology.

O milho transgênico deprimiu os níveis de T6P de floema, um maior componente da rede de transporte da planta, permitindo uma maior sacarose para mover o desenvolvimento dos grãos e aumentar o grau de fotossíntese, e produzindo ainda mais sacarose para obter mais grãos.

A equipe também escolheu o algo floema dentro das estruturas reprodutivas da planta. “Essas estruturas são particularmente sensíveis a seca – kernels fêmeas abortarão”, diz Paul, bioquímico do Rothamsted. “Manter a sacarose fluindo dentro da estrutura previne esse aborto”.

Ele acrescente: “Este é o primeiro estudo que mostra a tecnologia operando efetivamente tanto em campo como no laboratório. Nós também pensamos que isso poderia ser transferido para outros cereais, como trigo e arroz”. O paper que mostrou os primeiros experimentos foi publicado em 2015 na revista Nature Biotechnology.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink