Gestão digital pode gerar economia na fazenda?
CI
Imagem: Pixabay
TECNOLOGIA

Gestão digital pode gerar economia na fazenda?

Agricultura digital otimiza o trabalho no campo e ajuda a aumentar a produtividade
Por: -Aline Merladete

A agricultura digital otimiza o trabalho no campo e ajuda a aumentar a produtividade das lavouras de uma forma mais rentável e sustentável. Isso porque uma gestão mais eficiente e efetiva gera economia de insumos e de recursos naturais como água, energia e áreas de plantio, além de propiciar manejos mais adequados ao meio ambiente e à sociedade.

Em uma pesquisa realizada pela Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária),  indica que 32% apontaram que o uso de aplicativos e softwares otimizam o consumo de insumos como sementes, defensivos, fertilizantes, agentes de controle biológico e água.

De acordo com as informações da Farmbox, software de gestão que já monitora 1,6 milhão de hectares no Brasil, Bolívia e Paraguai, fornece informações do plantio à colheita, como mapas de infestação de pragas, frequência de monitoramento a cada talhão, pluviometria, agenda de aplicações, estoque de insumos, previsão de colheita e de custos de produção, de produtividade e rentabilidade total ou por talhão, entre outros. “O produtor ou gestor tem as informações na palma da mão e em tempo real. Todos que estão conectados à plataforma têm acesso aos dados gerados no campo, que são dispostos em relatórios para orientar as melhores tomadas de decisão”, explica o CEO da Checkplant/Farmbox, André Guerreiro Cantarelli.

O software investe ainda na integração com outras plataformas, pois o produtor precisa de facilidade para aproveitar a tecnologia, seja em relação a imagens, clima, maquinário, compras e sensores de campo, entre outros. “O futuro da agricultura, além de inteligência e integração, passa ainda pela democratização da agricultura digital, em um ambiente que fomenta a automação e comunicação entre consultorias e produtores grandes, médios e pequenos, para que todos possam aumentar resultados e níveis de sustentabilidade em cada hectare plantado”, relata o CEO.

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink