Giro pelas feiras de outono

Agronegócio

Giro pelas feiras de outono

Média para os terneiros foi de R$ 3,86 por quilo vivo
Por:
1348 acessos
A Feira do Terneiro, Terneira e Vaquilhona de Rio Pardo faturou R$ 539,34 mil para venda de 607 dos 734 exemplares ofertados. A média para os terneiros foi de R$ 3,86 por quilo vivo e para as terneiras, de R$ 3,31 por Kg/vv.

Com venda de 222 animais, a feira oficial de Tavares gerou receita de R$ 169,39 mil. Os preços médios do quilo vivo foram de R$ 3,77 para os machos e de R$ 4,54 para as fêmeas. Nas novilhas, o valor chegou a R$ 5,43, segundo o São Simão Remates.

A feira de São José do Ouro completou vinte edições, sábado, com comercialização de 1.020 animais por R$ 851,8 mil. Segundo José Costaguta, presidente do sindicato rural, o destaque foi a demanda aquecida por fêmeas, o que elevou os preços nas duas categorias em pista. Nas terneiras, o preço médio do quilo vivo chegou a R$ 4,41 e nas vaquilhonas a R$ 4,11. Já a remuneração média dos terneiros foi de R$ 4,30.

O total de 384 terneiros, terneiras e novilhas vendidos permitiu a movimentação de R$ 272,63 mil em Mostardas. O preço médio do quilo vivo oscilou dos R$ 3,16 aos R$ 4,25, mostrando valorização das novilhas, que atingiram as maiores cotações. O lote vendido pelo maior preço do remate também foi de fêmeas: R$ 1.305,00.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink