GO: pesquisa sobre Helicoverpa terá investimento de R$ 2 milhões
CI
Agronegócio

GO: pesquisa sobre Helicoverpa terá investimento de R$ 2 milhões

Praga assombrou produtores de todo país durante o ano de 2013
Por:

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg) e a Universidade Federal do Estado de Goiás (UFG) assinaram, nesta terça-feira (24.06) um acordo de cooperação técnica e acadêmica para pesquisa sobre Helicoverpa armigera, praga que assombrou produtores do país durante o ano de 2013. Representando a Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), Bartolomeu Braz, que também é presidente da Aprosoja Goiás, ressaltou a importância da ação. Ainda hoje, 1,200 milhão já foram liberados para o início dos estudos. O evento foi realizado na reitoria da UFG. 


No total, serão repassados, do Tesouro Estadual, R$ 2 bilhões para serem investidos em quatro pesquisas sobre o tema. Entre elas: ‘Subsídios para implementação de um Programa de Manejo e Resistência de Helicoverpa armigera e Inseticidas na Cultura do Tomateiro no Estado de Goiás’ e ‘Mapeamento de Helicoverpa armigera nos Sistemas de Cultivo em Goiás’. 


A praga atinge mais de 180 espécies de plantas hospedeiras, podendo alimentar-se de praticamente todas as culturas de interesse econômico, como soja, milho, tomate, feijão, algodão, sorgo, hortaliças e citros. A lagarta apresenta ainda uma ampla capacidade adaptativa e reprodutiva. Uma mariposa fêmea, por exemplo, pode depositar até 1,5 mil ovos por ciclo, de forma isolada, e migrar a uma distância de até mil quilômetros, comprovando sua alta capacidade de dispersão.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink