GO: técnicos da Emater realizam curso sobre cultura da mandioca
CI
Imagem: Marcel Oliveira
AGRICULTURA

GO: técnicos da Emater realizam curso sobre cultura da mandioca

Capacitação busca difundir novos conhecimentos sobre a planta
Por:

Acontece até a próxima quinta-feira (12), na Estação Experimental da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), em Porangatu, uma formação voltada para os técnicos da Regional Rio Paranaíba, centralizada no município de Quirinópolis. Elaborado por pesquisadores da própria unidade, o curso tem como objetivo apresentar aos técnicos novas tendências, métodos de cultivo e aspectos relativos ao melhoramento de mandioca.

Segundo o pesquisador responsável pela estação, Vagner Alves Silva, a capacitação irá compartilhar com os trabalhadores rurais familiares, por meio dos técnicos da Emater, as novidades sobre a produção da raiz. “A formação vai beneficiar de maneira integral os agricultores familiares da região. Todo o conhecimento adquirido pelos técnicos será repassado a essas famílias que garantem o seu sustento a partir da produção de mandioca”, diz.

A estruturação do conteúdo do curso, que passa por várias técnicas de manejo da mandioca, permite que os técnicos compartilhem da melhor maneira possível o conhecimento adquirido, é o que garante o pesquisador responsável pelas aulas, o engenheiro agrônomo Ivanildo Ramalho Nascimento. “A formação envolve a exposição de procedimentos como a instalação de sistema de irrigação, identificação de pragas e o cálculo de adubação. Tudo isso com o principal objetivo de elevar o rendimento do pequeno agricultor familiar”, conclui.  

Cerveja de mandioca

Outro ponto importante que está ligado diretamente aos propósitos do curso é o aumento da renda e qualidade de vida dos produtores por meio do projeto da cerveja de mandioca, a Esmera de Goiás, fabricada pela Ambev, com o apoio do Governo do Estado. Ivanildo ressalta como os projetos se conectam. “Os trabalhadores que receberem dos técnicos o conhecimento e as informações, com certeza terão as suas plantações melhoradas e aumentadas. Com isso, a Emater poderá orientar e auxiliar, caso o produtor queira, na venda de parte da sua produção para a Ambev”, explica.

A formação, com três dias de duração, conta com a participação de três técnicos, entre eles o extensionista Jesus Olacir Ferandes. “Esses tipos de cursos são muito importantes, pois nós adquirimos o conhecimento teórico e prático. Com esse aprendizado podemos levar argumentos técnicos para os agricultores e ajudar a melhorar as produções, e isso é muito gratificante”, relata.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.