GO quer garantir uso sustentável de espécies nas propriedades rurais

Agronegócio

GO quer garantir uso sustentável de espécies nas propriedades rurais

A expectativa é de que em nove anos os trabalhos avancem rumo à garantia da preservação ambiental
Por:
1075 acessos
Um protocolo de intenções assinado entre a Secretaria de Agricultura - Seagro, a Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás - Faeg e a Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa pretende garantir o mapeamento das Áreas de Preservação Permanente (APP) no Estado, além de levar adiante ações sociais na área ambiental. O documento, assinado durante encontro na sede da Faeg, integra o Projeto Biomas do Cerrado em Goiás, fruto de pesquisas conduzidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa.

Durante o encontro foi apresentada a estrutura necessária para implantação do projeto, que tem como objetivo possibilitar a obtenção de benefícios socioeconômicos e ambientais concretos, além de oferecer subsídios técnico-científicos para a fundamentação da legislação ambiental brasileira. Foram expostos ainda detalhes da concepção dos estudos, levando em conta as parcerias com entidades voltadas à questão ambiental. O projeto, do qual participam cerca de 250 pesquisadores, é desenvolvido em parceria com o Sistema CNA/Senar, com realização em Goiás por meio do Sistema Faeg/Senar.

A expectativa dos signatários é de que - em nove anos - os trabalhos avancem rumo à garantia da preservação ambiental, gerando novos conhecimentos para o uso de arbóreos em diferentes segmentos da propriedade rural.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink