Goldman corta previsão para preços de milho, soja e trigo na CBOT

Agronegócio

Goldman corta previsão para preços de milho, soja e trigo na CBOT

Banco reagiu ao relatório do USDA divulgado na semana passada
Por:
1294 acessos
O banco de investimentos Goldman Sachs reduziu sua previsão para os preços do milho, da soja e do trigo, citando estoques maiores que o esperado nos EUA em 1o de março, baseado em dados divulgados na semana passada pelo Departamento de Agricultura dos EUA, disseram fontes do mercado nesta segunda-feira.

O Goldman reduziu sua previsão para três meses dos futuros do milho na Bolsa de Chicago (CBOT) para 6,50 dólares por bushel ante 7,50 dólares vistos anteriormente, disseram as fontes. O banco também cortou suas previsões dos preços do milho para 6 e 12 meses para 5,25 dólares ante 6 dólares.

Em relação à soja na CBOT, o Goldman reduziu sua previsão de três meses para 13,50 dólares por bushel, em comparação com 14 dólares anteriormente. O banco também reduziu sua previsão de 6 e 12 meses para 12,50 dólares ante 13 dólares.

Os maiores cortes do Goldman foram para os preços do trigo na CBOT. O banco cortou sua previsão para três meses para 6,50 dólares ante os 7,80 dólares vistos anteriormente e suas projeções para 6 e 12 meses para 6,25 dólares ante 7,80 dólares.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink