Governador do RS anuncia prorrogação de financiamento agrícola

Agronegócio

Governador do RS anuncia prorrogação de financiamento agrícola

A prorrogação, em até cinco anos, abrange os pagamentos de empréstimos de crédito rural de custeios de curto prazo
Por:
1 acessos

O governador do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto, e o presidente do Banrisul, Fernando Lemos, anunciaram, ontem (03-05) à tarde, a prorrogação, em até cinco anos, dos pagamentos de empréstimos de crédito rural de custeios de curto prazo a vencer até dezembro, que chegam a R$ 100 milhões. A medida, em benefício de produtores de milho e soja atingidos pela estiagem, estende o primeiro pagamento para junho de 2006.

Produtores de municípios que tiveram perdas de 40% a 50% na safra terão três anos para saldar o crédito. Para os agricultores de municípios onde os prejuízos foram de 50% a 60% da colheita prevista, o prazo será de quatro anos. E para aqueles cujos municípios perderam mais de 60% da cultura, o limite ficará em cinco anos. Em todos os casos, a forma de pagamento é anual. "É uma decisão para que os produtores que foram castigados pela seca tenham condições melhores de se capitalizar e de continuar produzindo", afirmou Rigotto. Os produtores que quiserem solicitar os reparcelamentos devem procurar as agências do Banrisul até 10 de junho.

Agricultura empresarial:

Para a agricultura empresarial, que abrange os produtores não-incluídos no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), serão adotados índices de perda baseados em relatórios da Emater RS e em laudos técnicos. As prorrogações das operações de fornecimento a cooperativas serão analisadas caso a caso, para atender aos normativos específicos do Banco Central. Nas demais operações de crédito rural fora do Pronaf, serão feitas, igualmente, avaliações à parte, levando em conta a capacidade de pagamento do mutuário e o laudo técnico.

Este será também o critério de avaliação dos pedidos de prorrogação das operações contratadas com recursos próprios do Banrisul. Já nos contratos firmados pelo Pronaf, os vencimentos serão prolongados para dois anos, seguindo as resoluções do Banco Central.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink