Governadores do Centro-Oeste pedem mais recursos do PAC
CI
Agronegócio

Governadores do Centro-Oeste pedem mais recursos do PAC

Os governadores querem “buscar uma fórmula que seja mais equilibrada”
Por:

Os governadores dos quatro estados do Centro-Oeste se reuniram na manhã desta segunda-feira (29-01) para discutir as medidas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) direcionadas à região. Para o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, o Centro-Oeste aparece no PAC como o “patinho feio”, já que é a região que recebe menos recursos.

Por várias vezes, Arruda disse que enquanto são direcionados R$ 24 milhões para a região, o PAC destina ao Sudeste R$ 130 milhões. “É muito pouco frente ao potencial de crescimento do Centro-Oeste”.

Segundo ele, os governadores querem “buscar uma fórmula que seja mais equilibrada”. A intenção, acrescentou, é abrir o diálogo com o governo federal e fazer com que haja um “aumento significativo” dos recursos do PAC, por exemplo, nos investimentos de infra-estrutura da região. Como exemplo, o governador citou a necessidade de estradas para escoar a produção de soja.

Durante o encontro, foi elaborado um documento dividido em duas partes. A primeira trata de questões específicas do Distrito Federal, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás. A segunda aborda as conseqüências do PAC para os estados brasileiros de forma geral.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink