Governo apóia comercialização de 1 milhão de toneladas de arroz

Agronegócio

Governo apóia comercialização de 1 milhão de toneladas de arroz

O Mapa anunciou hoje a liberação de R$ 400 milhões para operações de EGF
Por: -Assessoria de Imprensa
1 acessos

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Luis Carlos Guedes Pinto, anunciou nesta quinta-feira (18-01) a liberação de R$ 400 milhões para operações de Empréstimo do Governo Federal (EGF) para o arroz, o suficiente para dar suporte à comercialização de 1 milhão de toneladas do grão. Outros R$ 300 milhões serão utilizados para apoio à comercialização via Aquisições de Governo Federal (AGF) e leilões de opções públicos, o que dará garantia de sustentação para mais 650 mil toneladas do produto.

Os produtores estão preocupados com a comercialização da próxima safra. Eles alegam que dois anos de sucessivas dificuldades na comercialização do produto culminaram em retração da área plantada do Brasil e da produção nacional. Tal cenário, segundo as entidades, provocou prejuízos econômicos e sociais no Rio Grande do Sul, maior produtor do cereal no País, com o equivalente a 60% da produção nacional.

A produção de arroz no Rio Grande do Sul na safra 2006/2007 deverá ter uma retração de 12,6% em comparação com a de 2005/2006. Segundo o quarto levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a colheita pode reduzir de 6,7 milhões de toneladas para 5,8 milhões de toneladas. Em termos nacionais, a redução será de 4%. Mesmo assim, não deverá haver desabastecimento.

A adoção de mecanismos de apoio à comercialização irá garantir o pagamento do preço mínimo aos produtores de arroz, estabelecido em R$ 22/50kg. A liberação de verba para AGF e leilões de opção depende, no entanto, de sanção do Orçamento Geral da União pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink