Governo argentino reduz imposto a exportações de laticínios
CI
Agronegócio

Governo argentino reduz imposto a exportações de laticínios

O governo argentino reduziu os impostos às exportações de leite em pó para 5%
Por:

O governo argentino reduziu os impostos às exportações de leite em pó de 10% para 5%, informaram nesta sexta-feira (09-02) dirigentes do setor. O imposto à venda de laticínios - originalmente de 15% - foi decretado pelo então ministro da Economia, Roberto Lavagna, em julho de 2005, na tentativa de frear o aumento dos preços desses produtos no comércio varejista.

Em agosto do ano passado, a nova ministra da pasta, Felisa Miceli, reduziu o imposto a 10%. Os preços dos laticínios ao consumidor estão estáveis desde o início de 2006, quando o governo assinou acordos com a SanCor e a La Serenísima, duas grandes empresas do setor.

As exportações de laticínios cresceram 32% em volume e 30% em divisas em 2006, na comparação com 2005. As vendas, que significaram uma renda de 836 milhões de dólares, tiveram como principais destino Argélia, Venezuela, Brasil e México, segundo dados oficiais.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink