Governo dá largada à 3ª fase do PSI

Agronegócio

Governo dá largada à 3ª fase do PSI

Venda de maquinário deve se recuperar nos próximos meses
Por:
2045 acessos
O Programa de Sustentação de Investimento (PSI) inicia hoje (1/4) sua terceira fase após mais de um mês de estagnação. A linha do BNDES, que financia compras com juros subsidiados pelo governo, deveria vigorar até ontem, mas teve que ser suspensa na última semana de fevereiro porque o limite orçamentário bateu no teto. Com nova verba, de R$ 75 bilhões, e taxas que variam entre 6,5% e 8,7%, conforme o porte do contratante, o PSI III vai até 31 de dezembro.

A partir de hoje, os bancos devem começar a enviar para o BNDES os pedidos acumulados até agora. O Banrisul, por exemplo, possui R$ 100 milhões em propostas para serem analisadas, que serão encaminhadas nos próximos dias.

A retomada do programa traz expectativas de elevação nas vendas a partir de abril. Segundo o presidente do Simers, Claudio Bier, o paralisação do PSI resultou em prejuízo de 10% no faturamento total dos fabricantes de máquinas agrícolas no período. "Vamos tentar recuperar as perdas até o final do ano."

Desde o surgimento do programa, em 2009, como medida para enfrentar a crise financeira internacional, a carteira financiou R$ 130,2 bilhões. Os equipamentos agrícolas representam R$ 8,7 bilhões, ou 60 mil operações.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink