Governo de Mato Grosso cobra liberação do Fundo de Exportação

Agronegócio

Governo de Mato Grosso cobra liberação do Fundo de Exportação

Eles trataram da renegociação da dívidas das obras das copa em Cuiabá e Várzea Grande que representam R$ 1,6 bilhões.
Por:
572 acessos

O  ministro chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, reuniu-se, ontem à noite, no Palácio do Planalto, com o governador Pedro Taques. Eles trataram da renegociação da dívidas das obras das copa em Cuiabá e Várzea Grande que representam R$ 1,6 bilhões. O governo mato-grossense quer carência para pagar as parcelas e expôs que parte das obras está inacabada. Foram debatidas alternativas para a conclusão do VLT - Veículo Leve Sobre Trilhos-. O governo do Estado tem cerca de R$ 400 milhões para aplicar na obra mas ainda faltariam cerca de R$ 200 milhões para colocar o VLT "rodar". Taques expôs a Padilha que "a dívida relativa à Copa representa 40% do total da dívida do Estado".

O governador informou que está "articulando com os governadores das 11 subsedes da Copa de 2014 para ganhar mais peso na renegociação da dívida referente a essas obras. Queremos ganhar fôlego nas dívidas para sairmos dessa crise e reforçarmos os investimentos".

Ele voltou a cobrar do governo federal a liberação da parcela FEX - auxílio financeiro de fomento as exportações- de 2016, que representam R$ 391,7 milhões. No último dia 3, havia sido paga mais uma parcela atrasada do governo Dilma, referente ao ano de 2015, que era de R$ 103 milhões. No governo da presidente afastada, houve sucessivos atrasos nos repasses.

Hoje, Taques volta a tratar do assunto em audiência com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. Ele também vai se reunir com o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, para assinar convênios
O governador esteve na audiência com Eliseu Padilha acompanhado do senador José Medeiros (PSD), os deputados Nilson Leitão (PSDB) e Fabio Garcia (PSB) e do secretário de Comunicação, Jean Campos.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink