Governo de MG recupera estradas e instala equipamentos de irrigação

Agronegócio

Governo de MG recupera estradas e instala equipamentos de irrigação

O Governo de Minas está recuperando 440 quilômetros de estradas de terra do Projeto Jaíba, no Norte do Estado
Por:
768 acessos

O Governo de Minas está recuperando 440 quilômetros de estradas de terra do Projeto Jaíba, no Norte do Estado. Considerado um dos maiores projetos de irrigação do Brasil, o Jaíba conta com 20 mil hectares cultivados com frutas, cana-de-açúcar, sementes de hortaliças e grãos. Em 2009, a produção do Projeto Jaíba alcançou 1,3 milhão de toneladas. Um crescimento de 1.150% na comparação com a produção de 2002. O projeto abrange os municípios de Jaíba e Matias Cardoso e está localizado à margem direita do rio São Francisco.

A recuperação e conservação das estradas do projeto fazem parte de uma série de ações do Estado para melhorar a infraestrutura de todas as regiões, garantir o transporte seguro da população e facilitar o escoamento da produção agropecuária. Somente na etapa 1 do Jaíba, a Ruralminas – ligada à Secretaria de Estado de Agricultura – está recuperando 380 quilômetros de estradas vicinais. Os investimentos somam R$ 1,5 milhão e estão sendo aplicados na colocação de cascalho e manutenção das vias.

“As obras da etapa 1 vão beneficiar quase 2 mil pequenos produtores que ocupam 7 mil hectares com o plantio banana, manga, limão e sementes de hortaliças. Além da recuperação das estradas, o Governo de Minas está trocando, gratuitamente, os equipamentos de irrigação das áreas ocupadas pelos pequenos produtores”, explica o presidente da Ruralminas e coordenador do Projeto, Luiz Afonso Vaz de Oliveira.

A mudança por um sistema mais moderno e eficiente de irrigação faz parte do Programa de Eficiência Energética, da Cemig, e vai permitir a economia de 72% da tarifa de energia elétrica e de 55% da tarifa de água. Os investimentos do Estado na mudança de equipamentos são de aproximadamente R$ 15 milhões.

A Secretaria de Agricultura também oferece assistência técnica gratuita aos pequenos produtores do Projeto Jaíba instalados na etapa 1. Em 2004, foi aberto um escritório da Emater-MG para atendimento aos agricultores. Hoje, 12 engenheiros agrônomos e 9 técnicas de bem-estar social trabalham com desenvolvimento da agricultura familiar, capacitação técnica e orientação para a melhoria da alimentação e condições de saúde das famílias. O Projeto Jaíba conta ainda com duas fazendas da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), que desenvolve experimentos sobre o plantio de café, frutas, feijão, pinhão-manso e cana-de-açúcar. O objetivo é testar quais as variedades que têm melhor adaptação ao clima e ao solo da região.

Produção empresarial

Já na etapa 2, gerenciada pelo Governo de Minas, estão sendo recuperados 60 quilômetros de estradas de terra. A área conta com 52 empresários e 13 mil hectares destinados ao cultivo de frutas, cana-de-açúcar, pinhão-manso e hortaliças. Na etapa 2 estão instaladas grandes empresas de produção de etanol, suco de frutas, conservas e de sementes de hortaliças. A manutenção das estradas e dos canais de irrigação é feita pela Copasa que, neste ano, está investindo cerca de R$ 7 milhões no projeto.

Exportações

No ano passado, os produtores do Projeto Jaíba exportaram 8,5 mil toneladas de limão, 3,6 mil toneladas de manga e 1,2 mil toneladas de banana. A Europa é o principal destino das frutas produzidas no Jaíba. Além da grande produção de alimentos, o Jaíba também se destaca pela grande área preservada. São 431 mil hectares, incluindo parques estaduais e nacionais, áreas de proteção ambiental e de reserva legal, além de reservas biológicas.

As informações são da assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink