Agronegócio

Governo decreta estado de emergência e libera importação de defensivos

O texto está na pauta da Câmara Federal para ser aprovado
Por: -Vinícius Tavares
1917 acessos
O governo federal autorizou a importação de defensivos químicos para conter o avanço da lagarta helicoverpa nas lavouras de algodão, soja, milho entre outras culturas em todo o território nacional.

O Palácio do Planalto publicou decreto de emergência fitossanitária que está inserido na Medida Provisória número 619/2013. O texto está na pauta da Câmara Federal para ser aprovado.

A liberação da importação dos defensivos atende a uma reivindicação da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) e das entidades do setor produtivo rural.

De acordo com o deputado federal Oziel Oliveira (PDT-BA), autor do requerimento para a liberação dos produtos, os defensivos atualmente usados não têm sido capazes de deter a praga, que já causou prejuízos de mais de R$ 10 bilhões.

“As organizações da Abrapa, Abapa, as associações de produtores, a Iba, a Aprosoja, a CNA e a FPA têm lutado muito para que isso aconteça. E hoje estamos votando a MP 619, que contempla este pedido dos agricultores brasileiros”, afirmou ao Agro Olhar.


Os produtores aguardam a aprovação do texto e publicação da lei para o início da importação dos agroquímicos.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink