Governo do Paraná e JBS discutem investimentos no estado
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,782 (-0,26%)
| Dólar (compra) R$ 5,38 (2,78%)

Imagem: Eliza Maliszewski

AVICULTURA

Governo do Paraná e JBS discutem investimentos no estado

O objetivo é ampliar a produção de frangos em alguns municípios que já contam com filiais da empresa
Por:
270 acessos

O governador Carlos Massa Ratinho Junior conversou nesta quinta-feira (9) com executivos da JBS, uma das líderes globais da indústria de alimentos, sobre investimentos da ordem de R$ 800 milhões que a empresa prevê realizar no Paraná nos próximos anos. O objetivo é ampliar a produção de frangos em alguns municípios que já contam com filiais da empresa.

O governador citou o crescimento de 6,9% da indústria alimentícia no Estado nos primeiros cinco meses de 2020, apesar da crise econômica, e disse que o setor é fundamental para manter empregos e o consumo no comércio. A produção avícola paranaense atingiu marca de 1,87 bilhão de frangos abatidos em 2019, aumento de 6,43% em relação a 2018.

“O Paraná é o maior produtor de frango do País, aposta em tecnologia nessa área. Além disso a cadeia de alimentos industrializados continua se fortalecendo. Estamos confiantes na retomada da economia, na geração de novas vagas no mercado de trabalho, e parcerias como a que temos com a JBS serão fundamentais nesse segundo semestre”, afirmou Ratinho Junior.

O objetivo da empresa é ampliar as plantas de Jaguapitã, Santo Inácio e Rolândia. A JBS também está presente em Campo Mourão, Carambeí, Colorado, Curitiba, Jacarezinho, Lapa, Londrina, Ponta Grossa e Santa Fé.

“Estamos discutindo formas de atrair mais investimentos ao Estado. Anunciamos R$ 23 bilhões no ano passado e estamos conversando com nossos parceiros comerciais para alcançar bom patamar também em 2020, mesmo diante de cenário ainda incerto na economia”, acrescentou o governador. “O objetivo é investir em municípios com baixo IDH e que precisam de mais apoio do Estado”.

A reunião virtual foi organizada pelo diretor-presidente da Invest Paraná, Eduardo Bekin, e contou com a participação do secretário de Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara. A agência de atração de investimentos privados é a principal operadora do programa Paraná Competitivo, que tem entre seus incentivos a dilação de prazos para recolhimento do ICMS, melhorias no comércio exterior e desburocratização.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink