Governo do Paraná recorre contra transgênicos

Agronegócio

Governo do Paraná recorre contra transgênicos

Por:
1 acessos

O governo do Paraná impetrou ontem, no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF), medida judicial para suspender a liminar que liberou o plantio de soja transgênica no Estado. A decisão foi tomada na sexta-feira (19-11) pela juíza da 2ª Vara da Justiça Federal de Curitiba, Gisele Lemke, que liberou o plantio de soja transgênica para todos os agricultores que tinham semente da safra anterior e não apenas para os que haviam firmado o Termo de Compromisso, Responsabilidade e Ajustamento de Conduta.

O pedido de liminar era da Federação da Agricultura do Paraná (Faep). Enquanto não há uma resposta do TRF, os produtores estão aproveitando para plantar a soja geneticamente modificada, com base na liminar de primeira instância.

“Já está tudo plantado”, disse o presidente do Sindicato Rural de Chopinzinho, a 400 quilômetros de Curitiba, no sudoeste do Paraná, Ênio Pigosso. “Mas é meio sigiloso o nome das pessoas.” Segundo ele, para evitar problemas, todos estão fazendo o termo de compromisso. “O sindicato tem informado que pode haver problema com o glifosato em pós-emergência”, afirmou.

Único agrotóxico que pode ser utilizado em soja transgênica, seu uso não foi liberado pelo governo. Pigosso calcula que 80% dos produtores agrícolas de sua região vão ter um pouco ou toda a lavoura com transgênico.

O presidente do Sindicato Rural de Cascavel, Nelson Menegatti, acredita que em sua região também está havendo plantio de produtos geneticamente modificados. “É a maneira que eles têm para conseguir mais lucro. E para o meio ambiente também é melhor”, garantiu. Segundo ele, os produtores já tinham plantado a soja não transgênica e aguardavam alguma abertura jurídica para semear a modificada. “Ninguém fala, mas acredito que tenha vários plantando em áreas pequenas”, disse.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink