Agronegócio

Governo e setor privado estimulam consumo de café

Iniciou no último final de semana uma campanha para estimular o consumo de café
Por: -Ivone Fortes
2 acessos

Folha Online - O Ministério da Agricultura e o setor privado iniciaram no último final de semana uma campanha publicitária para estimular o consumo de café no Brasil. Segundo Nathan Herszkowicz, diretor-executivo da Abic (Associação Brasileira de Indústria do Café), do orçamento de R$ 5,5 milhões do Funcafé (Fundo de Defesa da Economia Cafeeira) voltado para o marketing do produto neste ano, R$ 1,5 milhão serão destinados a esta nova campanha.

Com o slogan "Santos Dumont tomava. Monteiro Lobato tomava. Carmem Miranda tomava. JK também. É, o café estimula mesmo o cérebro", a campanha foi dividida em três temas e está circulando nas principais revistas do país.

O primeiro anúncio, veiculado no último final de semana, abordou o tema café e saúde, informando que o "prazer de tomar café caminha lado a lado com os diversos benefícios que esse hábito traz para a saúde". O segundo, que circulará nos dias 9 e 10, terá como foco o café solúvel. E no final de semana que antecede o Natal (dias 16 e 17), será abordado o café torrado e moído.

Além da exposição na mídia impressa, a campanha reforçará, a partir da próxima sexta-feira (08-12), a veiculação nos cinemas, com o filme "Café. Ritmo do Brasil". A meta com essa campanha, segundo o diretor da Abic, é aumentar o consumo de café no Brasil em 35% até 2010, o que colocaria o país, hoje atrás dos Estados Unidos, na liderança.

De acordo com Herszkowicz, em consumo per capita, hoje o Brasil se iguala ao EUA, mas em sacas, os americanos ainda lideram. Os brasileiros tomam em média 70 litros de café por ano, mesmo consumo dos norte-americanos. Entretanto, são consumidas nos EUA anualmente 19 milhões de sacas de café, contra 16,2 milhões no Brasil.

Estudo divulgado recentemente pela Abic revela ainda que 94% dos brasileiros tomam café e que a rejeição à bebida caiu de 9% para 6% entre 2003 e 2006.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink