Governo federal libera R$ 71 milhões para recuperar agricultura do Rio

Agronegócio

Governo federal libera R$ 71 milhões para recuperar agricultura do Rio

O dinheiro estará disponível a partir da próxima semana no Banco do Brasil
Por:
167 acessos
O Ministério do Desenvolvimento Agrário anunciou nesta quinta-feira (10) a liberação de R$ 71 milhões em crédito para a recuperação da agricultura familiar na região serrana fluminense, afetada pelas fortes chuvas de janeiro. Os produtores rurais receberão empréstimos diretos de R$ 63 milhões e as prefeituras dos municípios atingidos de R$ 8,3 milhões.


O dinheiro estará disponível a partir da próxima semana no Banco do Brasil. A intenção é ajudar a 6,5 mil agricultores familiares que tiveram prejuízos com as enxurradas.

Uma das linhas de financiamento aos produtores, de R$ 13 milhões, prevê créditos de até R$ 2 mil para cobrir prejuízos emergenciais e fazer pequenos reparos em propriedades. O juro será de 0,5% ao ano.

A outra linha de recursos, de R$ 50 milhões, será destinada a investimentos em infraestrutura das propriedades rurais e compra de máquinas e equipamentos. Os empréstimos serão de até R$ 130 mil, com juros de 2% ao ano, carência de dois anos e prazo de dez anos para pagar.


“A agricultura familiar produz alimentos de melhor qualidade e mais acessíveis para a população brasileira em geral. Obviamente, convém à sociedade, como um todo, que seja reposta a produção da região serrana, pelo peso que ela tem na economia. Os esforços são tanto para melhorar as condições de produção e a vida das famílias atendidas, quanto para oferecer alimentos mais baratos”, disse o ministro do Desenvolvimento Agrário, Afonso Florence.


Segundo a Secretaria de Agricultura do Estado do Rio de Janeiro, a região serrana, onde 93% dos produtores são agricultores familiares, responde por quase 30% da economia agrícola fluminense.

O repasse de R$ 8,3 milhões às prefeituras será feito a fundo perdido, para a recuperação de áreas produtivas e compra de equipamentos, como retroescavadeiras, para liberar as estradas da zona rural na região.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink