Governo investe R$ 1,3 milhão para o fortalecimento da agroecologia

Agronegócio

Governo investe R$ 1,3 milhão para o fortalecimento da agroecologia

A ação atenderá 950 famílias de 15 municípios na Paraíba
Por:
1017 acessos
O ministro do Desenvolvimento Agrário (MDA), Laudemir Müller, assinou nesta quarta-feira (08.10) a autorização de início do Projeto de Rede de Agroecologia na Borborema, em Lagoa Seca (PB). A ação prevê a aplicação de R$ 1,3 milhão para ampliar a produção agroecológica e a renda de cerca de 950 famílias de agricultores de 15 municípios da região.

Na avaliação do ministro esse projeto é mais um avanço no modelo de produção da agricultura familiar. "O modelo de produção agroecológica é o melhor para a agricultura familiar e também para quem consome os produtos. Nós queremos alimentar a população brasileira, bem e com qualidade. Com produto orgânico, saudável, de forma que gere renda e ao mesmo tempo ajude a organizar nossa agricultura familiar”, destacou.

Müller também visitou a Escola Família Agrícola que está em construção na zona rural do município de Lagoa Seca. Os recursos utilizados na construção da escola são da Ação de Apoio à Infraestrutura em Territórios Rurais (Proinf). Ao todo, o MDA disponibilizou R$ 550 mil para a concretização do projeto que vai atender crianças e adolescentes filhos de agricultores e assentados da reforma agrária da região.

O novo cenário, presente hoje no semiárido, foi realçado pelo ministro. "O semiárido e o Brasil inteiro hoje tem uma cara diferente. É uma cara de quem não tem fome, de quem come bem, de quem melhorou de vida. Nós tivemos 36 milhões de brasileiros que saíram da miséria. Essa é a nova cara do nosso semiárido e do nosso Brasil", afirmou.

O Projeto de Rede de Agroecologia na Borborema será coordenado pela Assessoria e Serviços a Projetos em Agricultura Alternativa (AS-PTA) e está no edital Redes Ecoforte 2014/005, que apoia os projetos de práticas de manejo sustentável de produtos da sociobiodiversidade e de sistemas produtivos orgânicos e de base agroecológica. O programa compõe o Plano Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica, o Brasil Agroecológico.

Coordenada pelo MDA e pela Secretaria-Geral da Presidência da República, a iniciativa destina R$ 25 milhões para o desenvolvimento deste e de outros projetos, que visam contemplar todas as regiões brasileiras. O recurso é disponibilizado pela FBB e pelo Fundo Social do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink