Governo-MT e empresários chineses definem implementação de Ferrovia

Agronegócio

Governo-MT e empresários chineses definem implementação de Ferrovia

Universidade de Santa Catarina fará o estudo de viabilidade
Por:
840 acessos
O governador Silval Barbosa reuniu-se, na tarde desta quinta-feira (29), com empresários chineses para discutir projetos de viabilidade econômica à implementação da ferrovia Cuiabá-Santarém. A reunião, no Palácio Paiaguás, contou ainda com a presença de representantes do Governo do Pará, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).


A Universidade de Santa Catarina fará o estudo de viabilidade. De acordo com o secretário-extraordinário de Acompanhamento da Logística Intermodal, Edmilson Santos, esta reunião é uma etapa importante para a decisão de implantação da ferrovia. “O governo da China está retribuindo a visita feita pelo governo de Mato Grosso. A implementação dessa ferrovia certamente vai gerar bons frutos para o Estado”, disse.


Segundo o superintendente da ANTT, Noboro Ofugi, nessa reunião buscaram definir caminhos para que seja efetivamente possível a presença dos investidores chineses no projeto. “Não tenho dúvidas de que o governo colocará esse projeto como prioritário para o próximo ano”.


Como a China é um grande consumidor de soja, "a intenção é fazer com que esse produto saia de Mato Grosso de forma eficiente e chegue ao mercado asiático mais barato", defende o representante Ida Asian Trade & Investments (ATI), Anselmo Leal, explicando que com a ferrovia "teremos economia no frete do transporte até a China".


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink