Governo/PR faz convênio com BRDE para ampliar programa Trator Solidário
CI
Agronegócio

Governo/PR faz convênio com BRDE para ampliar programa Trator Solidário

Compra de trator mantêm as regras de financiamento do Pronaf
Por:
O Governo do Estado firmou nesta segunda-feira (5) um convênio com o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) que prevê recursos de cerca de R$ 20 milhões para financiar tratores em 2012. Atualmente, a compra do trator popular por parte de produtores rurais é financiada pelo Banco do Brasil, com recursos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Com o acordo, o BRDE passa a ser um dos agentes financeiros para o programa Trator Solidário (subvencionado pelo Governo do Paraná) até 2014, e vai repassar recursos para as cooperativas de crédito Cresol e Sicredi.

Para o secretário da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, o convênio representa um passo importante, porque amplia a oferta de crédito do programa ao pequeno produtor rural. “O Trator Solitário é bem aceito no campo, pois facilita o acesso do agricultor familiar a um trabalho mais ágil, menos penoso e ainda proporciona ganho de escala para famílias com pouca renda”, disse.

Segundo o diretor financeiro do BRDE, Jorge Gomes Rosa Filho, o convênio com Cresol e Sicredi é uma forma de o banco chegar ao pequeno produtor. "Com essa capilaridade, conseguimos cumprir o papel social do banco, que é dar ao pequeno agricultor o acesso aos financiamentos bancários”, afirmou.

O presidente do Instituto Emater, Rubens Niederheitmann, falou da participação do órgão no programa, representando a porta de entrada para o agricultor. “A Emater elabora os projetos que viabilizam a aquisição dos equipamentos e contribuem com o processo de modernização tão necessário no meio rural”, afirmou.

O BRDE receberá recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e vai repassá-los aos sistemas Sicredi e Cresol, que atuam nos pequenos municípios. Os recursos para compra do trator mantêm as regras de financiamento do Pronaf – com juros de até 2% ao ano e até 10 anos para pagamento, incluídos dois anos de carência.

O programa Trator Solidário é subvencionado pelo Estado do Paraná, com recursos do fundo de Desenvolvimento Econômico do Estado (FDE) e gerência da Agência de Fomento. A moeda de conversão para compra do trator é o preço do milho. O banco converte o custo da operação em sacas de milho e é esse o valor que o produtor vai pagar do início ao fim do financiamento.

Com a assinatura do convênio, o comitê gestor presidido pela Secretaria da Agricultura e do Abastecimento já encaminha para análise do banco o primeiro lote com o nome de 120 produtores interessados em comprar o trator popular pelo programa Trator Solidário. Esse primeiro lote, se for integralmente aprovado na análise bancária, representa um montante de R$ 7,5 milhões.

Entre julho e dezembro deste ano, a secretaria autorizou a liberação 710 tratores. A meta daqui para frente é autorizar mil tratores por ano. As liberações são condicionadas à análise bancária, econômica e financeira para posterior finalização do financiamento.

O convênio foi assinado pelo secretário da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara; pelo diretor de Acompanhamento e Recuperação de Crédito do BRDE, Nivaldo Assis Pagliari; pelo diretor financeiro do BRDE, Jorge Gomes Rosa Filho; pelo diretor presidente da Fomento, Juraci Barbosa Sobrinho; pelo diretor presidente do Instituto Emater-PR, Rubens Niederheitmann; pelo diretor presidente da Cresol, Vanderley Ziger; e pelo presidente da cooperativa Sicredi no Paraná, Manfred Alfonso Dasenbrock.
?
Detect language » Portuguese


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.