Governo prevê safra de 115 milhões de toneladas de grãos


Agronegócio

Governo prevê safra de 115 milhões de toneladas de grãos

Por:
1 acessos

O País deve colher 115,2 milhões de toneladas de grãos e algodão na safra 2002/03, o que supera em 19,3% os 96,584 milhões de toneladas produzidos em 2001/02. O anúncio foi feito ontem pelo ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, ao divulgar o levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A área plantada foi de 42,7 milhões de hectares, um crescimento de 6% (ou 2,5 milhões de hectares) em relação ao período anterior.

Para esta safra, a Conab estima produção recorde de soja e milho. Os produtores de soja colherão 50,3 milhões de toneladas e a produção de milho na safra principal e na safrinha será de 42,76 milhões de toneladas. Esse é o quarto levantamento de área e produção da Conab para a safra 2002/03.

O levantamento anterior, divulgado em fevereiro, indicava plantio de 42,311 milhões de hectares e produção de 112,362 milhões de toneladas de grãos e algodão. Para realizar a pesquisa atual, 68 técnicos da Conab visitaram 550 municípios. Foram entrevistados 1.850 profissionais de cooperativas, secretarias de Agricultura, órgãos de assistência técnica e extensão rural, sindicalistas, revendedores de insumos e agentes financeiros.

A renda real da agricultura deve crescer cerca de 30% neste ano, porcentual classificado como "espetacular" por Rodrigues. Ele afirmou que o aumento justifica-se pelo crescimento de 29% nas vendas de fertilizantes e pela demanda por máquinas e equipamentos agrícolas.

O ministro advertiu, no entanto, que o governo precisa investir em infra-estrutura e logística. Rodrigues reafirmou que as multinacionais têm direito de cobrar royalties pelo cultivo de suas sementes geneticamente modificadas. No entanto, ele classificou a discussão sobre a cobrança como intempestiva. Para Rodrigues, seria importante aguardar uma decisão da Justiça sobre a liberação dessas sementes antes de pensar na cobrança.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink