Governo realiza leilão de venda de milho

Agronegócio

Governo realiza leilão de venda de milho

As 268 mil toneladas disponíveis são dos estoques da Conab em oito estados
Por: - Inez De Podestà
968 acessos
As 268 mil toneladas disponíveis são dos estoques da Conab em oito estados e vão complementar o abastecimento no período da entressafra
 
O governo federal programou para esta quarta-feira, 5 de janeiro, o primeiro leilão do ano para a venda direta de 267,7 mil toneladas de milho dos estoques públicos. O objetivo é suplementar a oferta do grão no mercado interno. Será ofertado o cereal dos estados do Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia.

A safra de verão começará em fevereiro e poderá chegar a 31 milhões de toneladas do grão, de acordo com estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O governo mantém 5,6 milhões de toneladas de milho em seus armazéns. O produto foi adquirido pelo governo, por meio da Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM), quando os preços praticados nas principais praças do país estavam abaixo do mínimo. O retorno dos grãos ao mercado visa a regular os preços e evitar tendência de alta.

Podem participar do leilão avicultores, suinocultores, bovinocultores de leite e de corte, cooperativas de aves, de suínos e de bovinos de leite e de corte; indústrias de ração para avicultura, suinocultura e bovinocultura, de insumo para ração animal e de alimentação humana à base de milho. Todos devem estar cadastrados no Sistema de Registro e Controle de Inadimplentes (Sircoi) da Conab.

Confira os avisos de venda direta de milho e os preços de abertura do leilão nos comunicados divulgados pela estatal.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink