Agronegócio

Governo reavalia leilões de subsídio para a soja

O Ministério da Agricultura alterou os valores de risco de base para os leilões
Por: -Fabiana Batista
2 acessos

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento alterou os valores de risco de base para os leilões de soja. A medida vale para o leilão do dia 23 deste mês, nas regiões do Norte, Sul e Médio Norte de Mato Grosso, Rondônia, Pará, Mato Grosso do Sul, Bahia, Maranhão, Tocantins, Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal.

O diretor de Comercialização da Secretaria de Política Agrícola do ministério, José Maria dos Anjos, explica que o pedido inicial foi protocolado pela Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso (Aprosoja). Mas a reavaliação do risco de base, índice composto por variáveis como custo de frete, foi estendida para outras regiões sojicultoras. No Norte de Mato Grosso, o valor foi elevado de R$ 12,61 para 14,17. "É uma localidade que tem mais problemas de infra-estrutura", justifica o diretor.

De acordo com o diretor-executivo da Aprosoja, Marcelo Duarte, a grande dificuldade do estado é que cerca de 60% da safra 2006/07 foi vendida antecipada com o preço fixado a partir de US$ 8 a saca. "Por isso, os produtores não estavam conseguindo atingir o valor de referência de preço de R$ 22,50", diz Duarte.

No Médio Norte de Mato Grosso, Rondônia e Pará, o risco de base foi alterado de R$ 10,87 para R$ 12,47, enquanto que no Sul de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, Maranhão e Tocantins foi de R$ 9,37 para R$ 10,67. Em Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal, o risco saiu de R$ 7,83 para R$ 9,17. Nos leilões de ontem foram negociados 32,8% das 1 milhão de toneladas do Pepro e 15,3% da mesma quantia de Prop. No leilão de venda foram 2,15 milhões de toneladas.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink