Governo/TO discute demandas com produtores de soja de Porto Nacional
CI
Agronegócio

Governo/TO discute demandas com produtores de soja de Porto Nacional

Café conversou com produtores e visitou indústria no município de Porto Nacional
Por:
Representantes do Governo Estadual e produtores rurais de Porto Nacional se reuniram no sábado, 28, para discutir demandas e melhorias necessárias para o avanço do agronegócio na região central do Estado. No encontro, que ocorreu na propriedade rural de Alcides Cerpa, os produtores destacaram o crescimento do cultivo da soja na região e solicitaram uma nova discussão referente à medida que proíbe o tráfego de veículos, com mais de 30 toneladas na ponte sobre o Rio Tocantins.

O secretário da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, Jaime Café, propôs a realização de uma nova reunião, com representantes dos produtores e das secretarias da Agricultura e Infraestrutura para tratar do assunto. “Essa medida foi tomada para assegurar a integridade da ponte, que foi construída na década de 70 e segundo estudos, está com uma estrutura fragilizada. No entanto, podemos discutir alternativas para solucionar o problema”, afirmou Café.

De acordo com o produtor de soja do município, Alcides Cerpa, a preocupação se dá em razão da proximidade com o período da safra. “A maior parte dos produtores da região precisam transportar a soja através da ponte, por isso pedimos uma nova discussão”, falou o agricultor.

Presente na reunião, o deputado estadual Toinho Andrade também defendeu que seja encontrada uma alternativa para não prejudicar a produção de grãos da região. O encontro foi articulado pelo ex-prefeito do município Otoniel Andrade. A principal atividade agrícola da região de Porto Nacional (que inclui Palmas e outros municípios) é o cultivo da soja. De acordo com levantamento, apresentado pelos produtores, a região conta com cerca de 100 mil hectares de lavoura de soja.

Indústria

Jaime Café, acompanhado do presidente do Ruraltins, Olímpio Mascarenhas e do subsecretário de Energias Limpas, Ailton Parente, também visitou a unidade industrial da Granol, instalada no município e que tem projeção de expansão nos próximos anos.

Segundo Café nos próximos anos o Tocantins receberá cada vez mais investimentos para desenvolver a agroindústria. “O governador Siqueira Campos tem buscado de todas as formas propiciar condições para que o agronegócio se desenvolva cada vez mais no Tocantins, porque ele reconhece que o desenvolvimento do nosso Estado depende do campo”, afirmou o secretário, que durante a reunião com os produtores citou diversas obras de restauração de estradas, realizadas no primeiro ano da atual gestão que beneficiaram a produção tocantinense.

Piscicultura

Outro tema bastante discutido foi à piscicultura, uma vez que a região possui o maior potencial para a criação de peixes em razão da formação do lago da Usina Hidrelétrica de Lajeado. Jaime Café afirmou que o Governo está trabalhando em prol do licenciamento do Parque Aquícola do Lago, em parceria com o Governo Federal.

Além disso, o secretário lembrou que com a nova resolução aprovada pelo Coema – Conselho do Meio Ambiente, em novembro de 2011, será possível tirar mais de mil piscicultores tocantinenses da ilegalidade.

O presidente do Ruraltins, Olímpio Mascarenhas, também informou que a partir de fevereiro, haverá uma capacitação de técnicos da sua pasta e do Naturatins voltada para o trabalho da piscicultura no Estado.

Café finalizou o encontro, argumentando que ações como esta vão fazer do Tocantins o maior produtor de peixe de água doce do Brasil.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.