Granizo, ventos fortes e frio comprometem safra de milho do RS
CI
Agronegócio

Granizo, ventos fortes e frio comprometem safra de milho do RS

Produção da primeira safra do grão deve ser menor que em 2011 no Brasil
Por:
Produção da primeira safra do grão deve ser menor que em 2011 no Brasil

Nas últimas três semana o Estado do Rio Grande do Sul tem sofrido com temporais, chuva de altos acumulados e outras intempéries climáticas. Essas situações prejudicaram o milho 1ª safra, pois cerca de 50% da área destinada ao plantio do grão foi afetada pelas condições adversas do tempo nesse período. As perdas ainda não foram contabilizadas, mas os agricultores gaúchos acreditam que fiquem acima de 70% do havia sido plantado.

Além das perdas, muitas dessas áreas não serão mais replantadas com o milho e sim, com a soja, uma vez que a janela para o plantio do cereal, que é o período considerado ideal para a instalação da lavoura, está estreita. “E como estão previstas mais chuvas para os próximos dias, essa janela deverá se encurtar ainda mais”, afirma o agrometeorologista da Somar, Marco Antonio dos Santos.

Hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE, divulgou as perspectivas para a produção agrícola de todo o país para 2012. De acordo com os números, o milho 1ª safra, ou milho de verão, terá uma redução de 2,1% em relação a produção do ano passado. Ainda na comparação com a safra passada, houve um aumento de produção em quase todas as regiões do Brasil, mas no Sul é esperada uma queda de 16,7% em relação ao ano anterior.

No Paraná, a situação é um pouco melhor em relação ao Estado vizinho, já que dos 53% de milho semeado, apenas 2% das lavouras se encontram em condições ruins, enquanto 95% das áreas do grão estão em excelentes condições. Isso se deve aos níveis de umidade do solo bons, com valores superiores a 70%, o que permite um excelente desenvolvimento das plantas nesse início de plantio.

De acordo com a previsão da Somar Meteorologia, essa semana ainda são esperadas chuvas sobre o Rio Grande do Sul, o que deve impedir o andamento do plantio e pode até causar novos prejuízos para os agricultores. O volume das precipitações será superior a 70 mm, que serão seguidas de fortes rajadas de vento. As chuvas avançam ao longo dessa semana para os demais Estados da região Sul e também para São Paulo, Mato Grosso do Sul e triângulo mineiro.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink