Granizo maior que laranja destrói construções e plantações em Córdoba, Argentina

Agronegócio

Granizo maior que laranja destrói construções e plantações em Córdoba, Argentina

Na madrugada deste domingo (16), municípios da província de Córdoba registraram muita destruição
Por:
5483 acessos

Pela terceira vez em menos de 96 horas, tempestades severas se formaram sobre municípios do centro-oeste da Argentina em virtude do deslocamento de um cavado – área alongada de baixa pressão atmosférica – e do intenso ar quente injetado à leste da Cordilheira dos Andes a partir da Amazônia.

Na madrugada deste domingo (16), municípios da província de Córdoba registraram muita destruição, principalmente com telhados perfurados ou completamente destruídos de estabelecimentos comerciais e residências e plantações, cuja a maioria das culturas foram trituradas pelo gelo.

De acordo com informações repassadas por autoridades dos três municípios mais afetados, Alta Gracia, Malagueño e Punilla, em alguns pontos, as pedras de granizo caíram com até seis centímetros de diâmetro, maiores que laranjas ou ovos de galinha.

Mais de 100 famílias foram afetadas pelo granizo, onde lonas plásticas foram distribuídas pela Defesa Civil dos municípios mais afetados.

Dados meteorológicos
O radar meteorológico operado pelo Serviço Meteorológico Nacional (SMN) indicou altas taxas de refletividade sobre a região de Córdoba pela madrugada, com cenário compatível para granizo.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink