Granja Carijó investe em mecanização e mostra potencial industrial do Acre
CI
Agronegócio

Granja Carijó investe em mecanização e mostra potencial industrial do Acre

A empresa investe em mecanização, produção e na aquisição de milho plantads no seu entorno
Por:
Uma comitiva de secretários e dirigentes de empresas acompanhou o governador Tião Viana a uma visita a Granja Carijó. Localizada no quilômetro 52 da BR-317, sentido Boca do Acre (AM). A empresa investe em mecanização, produção e na aquisição de milho plantads no seu entorno.

O empreendimento há pouco tempo se instalou às margens da BR-317, mas tem quase 30 anos de atuação no mercado. O administrador da empresa conta que a trajetória da granja começou na região do Vale do Juruá e expandiu para a capital para se aproximar da matéria-prima utilizada pela indústria. Helosman disse que isso foi possível depois que o Governo do Estado viabilizou a integração entre o Vale do Juruá e o Baixo Acre por meio da BR-364.

A infraestrutura da empresa construída próximo a Rio Branco tem capacidade para comportar 120 mil aves que deverão consumir 80 mil sacas de milho. Atualmente a empresa domina 55% do mercado de ovos da região e a meta, até abril, é expandir a produção de ovos da Granja Carijó para 200 caixas por dia.

Cada unidade da indústria gera, inicialmente 26 empregos diretos, mas o maior avanço, de acordo com Diogo Helosman, é o fortalecimento da produção agrícola de milho que gera renda para dezenas de famílias.

Parcerias que geram renda e crescimento industrial

Mas, para que os avanços sejam possíveis, Diogo Helosman ressalta que é preciso firmar parcerias. E, a parceria começa em casa.

Segundo Helosman, o empreendimento é administrado por três irmãos, cada um com formação em uma área que auxilia no trabalho realizado na granja. Diogo Helosman conta que tem formação superior em agronomia e os outros dois irmãos são formados em veterinária e engenharia mecatrônica, respectivamente.

“O que é veterinário cuida do tratamento das aves, das vacinas e de tudo relacionado saúde das aves. Só para ter uma ideia elas levam injeções no peito, nas asas, nos olhos. Tudo isso para que sejam saudáveis. O outro irmão formou-se em engenharia mecatrônica e auxilia na melhoria de mecanização criando e adquirindo equipamentos mecanizados que atuam na colheita dos ovos e de alimentação das aves, por exemplo”, explica Helosman.

O Banco da Amazônia entra na história da indústria como um financiador do projeto e por fim, os parceiros são Governo do Estado e Embrapa, que garantem a produção dos alimentos consumida pelas aves: o milho.

Para tanto, o Governo do Estado por meio da Secretaria de Agricultura e Produção Familiar (Seaprof) e da Secretaria de Agricultura e Pecuária (SEAP), auxilia na cadeia de produção de milho. O secretário Lourival Marques (Seaprof) explica que os técnicos de sua secretaria ajudam na produção e mecanização de área e ainda no estímulo a plantação em áreas degradadas.

“É muito bom ver que um único produtor industrial esta consumindo cerca de mil hectares de milho, 80 mil sacas que se consomem de milho por ano e com oportunidade de aumentar essa produção em 2013. Essa empresa mostra que há resultado na cadeia produtiva que esta dando resultados para o produtor e para o Acre”, avalia Marques.

O secretário Mauro Ribeiro pontua que este é um empreendimento que motiva outros. “Este negócio envolve muitos outros porque envolve desde o comércio, o consumidor na cidade. Mas, sobretudo, favorece aquele produtor rural que esta recuperando área degrada plantando milho. Os produtores estão estimulados a produzir cada vez mais. É um negócio gerador de outros negócios”, avalia Ribeiro.

Animo na produção

A chegada da Granja Carijó a Vila Pia deu novo folego para as famílias que investiram na produção de milho, de acordo com o presidente da Associação de Produtores da BR-317, João Paraná.
Antes, muitos produtores estavam desestimulados a trabalhar por falta de incentivos no mercado. Esse era o caso de Ronivon dos Santos. “Cheguei a pensar em parar de plantar milho porque não estava valendo a pena. O preço que os compradores queriam pagar era muito abaixo do valor. Mas, com essa empresa aqui ao lado da propriedade e do silo que o governo construiu ficou muito melhor de trabalhar. Agora vou expandir minha produção de milho de 100 hectares para 240 hectares”, comemora o produtor rural.

Novos rumos

Diego Helosman aproveitou a visita da comitiva liderada pelo governador Tião Viana e anunciou que tem investido em pesquisas na empresa localizada no Juruá para descobrir maneiras de manter os ovos com maior durabilidade. Esses investimentos têm motivo: expansão de mercado.

“Descobrimos que o ovo a vácuo dura mais tempo sem perder qualidade, também estamos fazendo pesquisas para chegar a produção do ovo em pó. Nós queremos diversificar a produção para chegar aos mercados andinos e orientais via rota do Pacífico. Mas, isso só é possível porque nós estamos recebendo total apoio do Governo e do Banco da Amazônia para trabalhar”, declarou Helosman

O novo Acre

Os investimentos em mecanização, expansão de produção e até a perspectiva de levar produtos produzidos aqui para mercados orientais animou o governador Tião Viana.

“Isso é o Acre do século 21. A empresa conquistou 50% do mercado com ovos produzidos aqui. Ficamos contentes quando vemos esses empresários trabalhadores anunciarem o aumento da capacidade para 100 mil ovos por dia daqui a poucas semanas. O Acre do futuro que vimos aqui em termos de produção, trabalho e emprego nós estamos vivendo por meio de um esforço pessoal, de uma família trabalhadora e que o Governo incentiva e o banco ajuda no crédito”, finalizou o governador.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.