Greenpeace considera MP sobre transgênicos anti-democrática


Agronegócio

Greenpeace considera MP sobre transgênicos anti-democrática

Por: -Admin
1 acessos

A Medida Provisória publicada ontem (27-03) pelo governo federal que define as regras de comercialização da safra de soja transgênica foi

considerada anti-democrática pelo Greenpeace, entidade que luta contra o comércio de transgênicos no mercado interno. "Não esperávamos uma atitude desse tipo do governo Lula, tendo em vista que em seu plano de governo sempre foi defendido a repressão ao plantio clandestino de transgênicos", afirma Mariana Paoli, coordenadora da campanha de engenharia genética do Greenpeace.

Segundo ela, a entidade já estuda algumas medidas que possam ser tomadas no âmbito judicial para tentar impedir que o comércio da soja transgênica seja liberado. "Seria no mínimo lamentável se a população consumisse esse tipo de alimento, que não passou por nenhum estudo de impacto à saúde e ao meio ambiente", afirma Mariana.

"O governo está deixando de cumprir suas promessas, assumidas durante a campanha eleitoral, de assegurar a realização de um Estudos de Impacto Ambiental, toxicológicos e socioeconômicos, a repressão a plantios clandestinos e ilegais e de informação plena ao consumidor, uma vez que a nem a legislação brasileira garante a rotulagem plena de transgênicos no país", afirma Mariana.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink