Greve dos fiscais federais completa um mês na sexta-feira

Agronegócio

Greve dos fiscais federais completa um mês na sexta-feira

Não há, até o momento, indicação por parte do governo da assinatura de um termo de compromisso para reajuste salarial de 20,3%
Por:
148 acessos

A paralisação dos fiscais federais agropecuários completa um mês na próxima sexta-feira (28-09), e não há, até o momento, indicação por parte do governo federal da assinatura de um termo de compromisso para reajuste salarial de 20,3% à categoria. Há uma semana, os fiscais concordaram com o reajuste oferecido pela União, mas decidiram só voltar ao trabalho depois que a proposta fosse oficializada pelos ministérios da Agricultura e do Planejamento, o que ainda não aconteceu.

Só depois da apresentação do documento é que os fiscais retomarão o trabalho de fiscalização das cargas agrícolas que transitam pelos portos, aeroportos e fronteiras do País, reafirmou ontem a assessoria de imprensa da Associação Nacional dos Fiscais Federais Agropecuários (Anffa). A última paralisação começou no dia 28 de agosto. A Anffa não tem estimativas sobre os prejuízos acumulados durante o período de greve. A reivindicação inicial dos fiscais era de reajuste de 45%. Os fiscais entraram em greve no dia 18 de junho, mas o movimento foi interrompido por três vezes.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink