Grupo Bonfiglioli quer ampliar participação na Região Sul do País

Agronegócio

Grupo Bonfiglioli quer ampliar participação na Região Sul do País

A empresa tem metas de crescimento acima de 25% para 2011
Por: -Janice
1619 acessos
A empresa tem metas de crescimento acima de 25% para 2011 e anuncia a montagem de redutores para aplicações pesadas ainda este ano

Há pouco mais de dois anos no Brasil, a filial do grupo Bonfiglioli mantém seu plano de expansão e investimentos no País. Este ano, a empresa, especializada em redutores de velocidade, motores elétricos e inversores de freqüência, assume o gerenciamento de uma parte dos distribuidores que operam nos países da América do Sul, o que deve contribuir para as metas de crescimento acima de 25%.

Investimentos também estão sendo feitos pela matriz italiana para a montagem de redutores pesados HDP/HDO (eixos paralelos e ortogonais) e planetário de grande porte na planta de São Bernardo do Campo, na região metropolitana de São Paulo, a partir do segundo semestre.

A empresa tem crescido de forma sustentável e de acordo com o desenvolvimento do mercado. Por meio das suas unidades de negócios, Industrial and Photovoltaic e Mobile and Wind Solutions, a Bonfiglioli está apta a atender as necessidades de diversos setores da indústria, entre os quais projetos de infraestrutura portuária, movimentação de carga, mineração, armazenagem, energias renováveis, usinas de asfalto e pavimentação de rodovias. A filial brasileira também oferece serviços de assistência técnica 24 horas e um completo estoque de peças de reposição.

Na busca por melhores serviços no suporte ao cliente, a Bonfiglioli explora novos modelos de negócios junto à empresa parceira A.T.I. Brasil, distribuidor B.E.S.T. (Bonfiglioli Excelence Service Team) do grupo Bonfiglioli, para fortalecer sua presença no Rio Grande do Sul. “A T. I. vai atuar como nosso representante no estado do Rio Grande do Sul, onde a empresa já tem uma filial. O objetivo é oferecer ao mercado uma combinação de serviço local personalizado com máxima competitividade”, esclarece Manfredi Ucelli Di Nemi, diretor executivo da Bonfiglioli do Brasil.

“A meta é consolidar nossa presença em todo território nacional. Oferecemos uma versatilidade de linhas de produtos que nos permite atender os mais diversos setores do mercado. Manteremos uma estrutura operacional enxuta, mas customizada para cada cliente agregando o máximo da tecnologia Bonfiglioli. Além disso, temos o compromisso com o Grupo de incorporar à filial brasileira o gerenciamento dos negócios da empresa na América do Sul”, antecipa Di Nemi. O executivo também sinaliza planos de nacionalização dos produtos mais adequados à indústria brasileira.

O grupo Bonfiglioli fechou 2010 com faturamento acima de 550 milhões de euros, o que representa um crescimento superior a 40% sobre 2009. No Brasil, fechou o balanço do ano passado com aproximadamente 40 milhões de reais em vendas totais (diretas e via filial).

A Bonfiglioli lançará equipamentos, voltados para o setor sucroenergético, em 2011?

Mundialmente, serão lançados os novos tamanhos de redutores de eixos paralelos HDP 170 e 180, com torque nominal de até 180.000 Nm. No Brasil, está prevista, para o 2º. semestre de 2011, a montagem local da linha de eixos paralelos, resultando em um atendimento mais rápido e personalizado.

Houve o lançamento de equipamentos e tecnologias no ano passado que estão sendo disponibilizados para o setor em 2011?

No 2º. semestre de 2010, foram lançados os novos tamanhos de redutores planetários 323 e 325 e de eixos paralelos HDP 150 e 160, que já estão disponíveis para atendimento a todo o setor.

Quais são as principais características e diferenciais dos produtos lançados recentemente pela Bonfiglioli?

Os redutores da série 300, tamanhos 323 e 325, oferecem capacidade de torque nominal de até 1.100.000 Nm e podem ser aplicados em acionamentos de moendas (central ou por rolos) e difusores. Eles são compactos, desenvolvendo uma capacidade elevada de torque em dimensões reduzidas. As engrenagens planetárias tornam a solução ideal para todas as aplicações, sobretudo para aquelas de serviço severo. A configuração do produto é extremamente versátil, devido às diversas opções disponíveis para vários tipos de fixação, eixos de saída e a interface com motor. Todos os recursos tecnológicos estão presentes em cada um dos 20 tamanhos disponíveis da série 300.

Os novos tamanhos de redutores de velocidade das linhas de produtos das séries HDP e HDO permitem aplicações de torque de até 180.000 Nm.

Os dois novos tamanhos de redutores modelos 170 e 180 das séries HDP e HDO atendem projetos nos mais diversos segmentos industriais, especialmente na montagem de produtos para serviços pesados. Os redutores oferecem uma excelente opção de configuração padrão, como inúmeras variantes de eixo de saída (sólido, oco e disco de contração) e variantes de seção de entrada, e também uma abrangente seleção de opções de lubrificação e resfriamento.

O que significarão esses lançamentos para as usinas e destilarias?
Atendem uma maior gama de aplicações dentro das usinas e destilarias, oferecendo a possibilidade de atender o cliente em todo o seu processo.

Os novos equipamentos e tecnologias vão agregar valor ao processo de produção de maneira significativa? Por quê?

Nas reduções de espaço, propiciando altas baixas de custos em construção civil, instalação, manutenção e de melhores movimentações dos equipamentos.

No caso de troca dos acionamentos com turbinas a vapor associados ao uso de motores elétricos, inversores e controladores e nas soluções de planetários por rolos para moendas, há um ganho significativo no rendimento de extração do processo e baixo consumo de energia.

De maneira geral, o mercado fornecedor está acompanhando as demandas do setor? Como tem sido a atuação da Bonfiglioli no desenvolvimento de novos produtos?

A Bonfiglioli busca fidelização de seus clientes oferecendo produtos compactos de alta tecnologia e soluções que integrem seus sistemas e processos. A nossa visão é que o mercado, que está cada vez mais competitivo, dá preferência a empresas que forneçam, instalem e supervisionem o start up, além de acompanhar a desempenho de seus produtos durante funcionamento nas safras. Procuramos trazer a experiência de anos nos mercados eólico e solar, onde a empresa já é consagrada na Europa.

As informações são da assessoria de imprensa do Grupo Bonfiglioli.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink