Grupo ETCO lança Guia de Boas Práticas de Manejo de Ordenha

Agronegócio

Grupo ETCO lança Guia de Boas Práticas de Manejo de Ordenha

Primeira edição da série de manuais de manejo do Grupo ETCO para pecuária de leite trata a ordenha sob a ótica da sustentabilidade, com dicas sobre técnicas corretas para obtenção de leite com alta qualidade
Por: -Janice
674 acessos

O sucesso dos manuais de manejo do Departamento de Zootecnia da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias da Universidade Estadual Paulista (FCAV/Unesp, de Jaboticabal, SP) e do Grupo de Estudos e Pesquisa em Etologia e Ecologia Animal (Grupo ETCO) chegou à pecuária leiteira com o lançamento do Guia de Boas Práticas de Manejo – Ordenha. O manual, que conta com apoio da Fort Dodge, chega com tiragem inicial de 8 mil exemplares e tem a autoria de renomados pesquisadores, como Marcelo Simão da Rosa, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais (Muzambinho, MG), Mateus Paranhos da Costa e Aline Cristina Sant´Anna, ambos da FCAV/Unesp, e Adriana Postos Madureira (Grupo ETCO).

O Guia é escrito em uma linguagem fácil e contém conceitos práticos, seguidos de ilustrações, e chega ao final com um “passo a passo” do manejo de ordenha para facilitar a compreensão. Neste sentido, Mateus Paranhos da Costa, um dos mais respeitados especialistas em manejo racional de bovinos, conta que o conteúdo aborda o conceito de ordenha sustentável, que foi desenvolvido por Marcelo Rosa em sua tese de doutorado, intitulada “Ordenha sustentável: a interação retireiro-vaca”, e é definida no manual como aquela em que o ordenhador emprega seus conhecimentos e habilidades para realizar um bom manejo em todas as atividades desenvolvidas para a obtenção do leite. “Para o desenvolvimento da ordenha sustentável é necessário que os ordenhadores conheçam seu trabalho, realizando-o de forma correta, paciente e cuidadosa, sem provocar estresse nas vacas”, completa o pesquisador.

Outros pontos relevantes de ordenha presentes no manual, segundo o gerente de produto da linha de gado de leite da Fort Dodge, o veterinário João Marcelo Gomes, dizem respeito à saúde animal e ao planejamento e gerenciamento deste processo. Entre outros pontos, destaque para os cuidados para enfermidades importantes como a mastite, Gomes ressalta também a importância da rotina das vacas leiteiras, com definição clara sobre horários específicos não só para ordenha, mas para alimentação e descanso tudo isto é abordado no guia.

Recomendações sobre tipos de ordenha

Marcelo Simão da Rosa informa que a ordenha pode ser feita de forma manual ou mecanizada. A escolha do tipo, contudo, depende de vários fatores. Entre eles, Rosa cita o número de vacas em lactação, capacidade de investimento do produtor, disponibilidade de pessoas capacitadas para realizar o processo e o nível de produção das vacas.

A ordenha manual que é o sistema mais antigo ainda é freqüente principalmente em propriedades com rebanhos pequenos. Neste processo, Gomes informa que o investimento em equipamentos é baixo, mas exige maior esforço do ordenhador. O professor explica que a ordenha mecanizada, por sua vez, possibilita extração do leite de forma mais ágil e, quando bem realizada, tem maior eficácia e menor risco de contaminação.

Além dos tipos de ordenha, entretanto, o conteúdo do Guia aborda ainda a condução das vacas até o local da ordenha, bem como a preparação dos animais, procedimentos e ações a serem realizadas após a ordenha, bem como a limpeza e desinfecção da sala de ordenha e dos equipamentos.

Conteúdo disponível na internet

Para facilitar o acesso aos manuais, cada volume é oferecido para download gratuito nas páginas da Fort Dodge (www.fortdodge.com.br), do Grupo ETCO (www.grupoetco.org.br) e do IF Sul de Minas / campus Muzambinho (www.muz.ifsuldeminas.edu.br), assim como no site especializado em mastite da Fort Dodge (www.mastiteonline.com.br). As informações são da assessoria de imprensa da Fort Dodge.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink