Grupo vai elaborar Programa de controle de Lagartas e Mosca-branca
CI
Agronegócio

Grupo vai elaborar Programa de controle de Lagartas e Mosca-branca

Inseto ataca mais de 600 espécies
Por: -Leonardo Gottems

Já está sendo formado um grupo de trabalho que será o responsável pela elaboração do “Programa Nacional de controle de Lagartas e Mosca-branca”. A força tarefa inclui o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a Associação Brasileira de Produtores de Soja (Aprosoja) e a Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).


Apesar de ser conhecida no Brasil desde 1928, uma espécie mais agressiva de mosca-branca chegou ao País no início dos anos de 1990, logo tornando-se uma das principais pragas agrícolas. O inseto (que não é uma mosca, na verdade) ataca lavouras de soja, feijão, algodão, tomate, pimentão, batata, repolho e plantas ornamentais, entre outras.


No total, são mais de 600 as espécies hospedeiras da mosca-branca, um inseto sugador de seiva, que mede pouco mais de um milímetro. Transmite várias doenças, como o mosaico-dourado, que ataca o feijão. Porém, pesquisadores da Embrapa afirmam que há alternativas de controle, e o grupo de trabalho irá trabalhar nisso.  

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink