GSI Brasil apresenta inovações tecnológicas para a pecuária leiteira

Agronegócio

GSI Brasil apresenta inovações tecnológicas para a pecuária leiteira

Empresa destaca Silos de Ração, Sistemas de Linhas para Distribuição de Ração com dosadores individuais, que facilitam o manejo alimentar e reduzem o desperdício de ração
Por: -Janice
220 acessos

O Brasil é hoje o 6º maior produtor de leite do mundo. Em 2008, a produção nacional alcançou mais de 27 bilhões de litros de leite. Mais de 1,3 milhão de propriedades exploram a atividade leiteira. Para se ter uma idéia, somente no Rio Grande do Sul, cinco novas unidades de captação de leite ou já inauguraram ou estão perto de abrirem as portas, o que vai exigir um volume significativo de leite para atender a esta nova demanda.

Vislumbrando este mercado em crescimento a GSI BRASIL, empresa líder mundial no segmento de armazenagem e secagem de grãos e líder nacional em sistemas de implementos para aves e suínos, e uma das principais desenvolvedoras de tecnologias para ambiência em instalações para animais, está fazendo na Expointer 2009, o lançamento nacional de equipamentos para o segmento do leite. Todo o Pavilhão do Gado Leiteiro está equipado com ventiladores e as baias da Cabanha da Maia estão utilizando os sistema de alimentação dos animais expostos na feira.

Dentre a vasta linha de equipamentos, destaque para os Silos de Ração, Sistemas de Linhas para Distribuição de Ração com dosadores individuais, que facilitam o manejo alimentar e reduzem o desperdício de ração, Sistemas de Ventilação e Aeração para Salas de Ordenha e Sistemas de Climatização para toda a área de trabalho com o gado na ordenha.

Conforme o responsável técnico pela linha de equipamentos de produção leiteira da GSI, João Antonio Ferreira da Silva, o lançamento destes produtos visa a auxiliar o produtor a melhorar significativamente a qualidade do leite. “Isto é conseguido via melhoria na armazenagem da ração em silos, que elimina a formação de micotoxinas, e na instalação de equipamentos que diminuem o stress calórico dos animais quando estão dentro do ambiente de ordenha”, salienta João Antonio, acrescentando que é esta qualidade no leite que o mercado está exigindo cada vez mais. As informações são da assessoria de imprensa da GSI BRASIL.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink