GT definirá agenda estratégica para promoção de signos distintivos
CI
Agronegócio

GT definirá agenda estratégica para promoção de signos distintivos

Sete temas serão trabalhados para o fomento de Indicações Geográficas e Marcas Coletivas
Por:
Sete temas serão trabalhados para o fomento de Indicações Geográficas e Marcas Coletivas

Em reunião nesta terça-feira (16/10) no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o Grupo de Trabalho (GT) sobre Signos Distintivos: Indicações Geográficas e Marcas Coletivas definiu sete temas que vão guiar a agenda estratégica para o fomento de signos distintivos no período 2013/2015. Dentre eles estão proposta de políticas públicas, acesso a mercados e comercialização e marco regulatório.


Os signos distintivos buscam criar um vínculo entre produto e consumidor, o que gera uma relação de fidelidade entre as duas partes. Essa ligação é estabelecida pela marca, origem, qualidade, satisfação e outras características intrínsecas ao produto.


A agenda estratégica da área deve ser finalizada na próxima reunião do GT, em 4 de dezembro. Com participação multidisciplinar de instituições públicas e privadas, o grupo vai propor a criação da Câmara Temática sobre Indicação Geográfica e Marcas Coletivas de Produtos Agropecuários, no âmbito do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O GT faz parte da Câmara Temática de Agricultura e Irrigação


Destacam-se na área de Indicações Geográficas o vinho do Vale dos Vinhedos, no Rio Grande do Sul, Café do Cerrado mineiro e aguardente de Paraty. E a Vinhos do Brasil como marca coletiva.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink