Guerra traz oportunidade de “ouro” para índia
CI
Imagem: Pixabay
MUNDO

Guerra traz oportunidade de “ouro” para índia

Índia deve superar vários obstáculos que podem sabotar suas melhores intenções
Por: -Leonardo Gottems

À medida que a esperança de uma solução rápida para o conflito entre a Rússia e a Ucrânia diminui, parece cada vez mais provável que a guerra continue por meses e talvez anos, bem como os perpétuos atoleiros no Afeganistão nas últimas décadas. Um conflito prolongado teria consequências terríveis não apenas para a Rússia e a Ucrânia, mas também para um mundo altamente dependente dos embarques de grãos daquela região.

A Índia, o segundo maior produtor mundial de trigo com potencial inexplorado como exportador, está tentando aproveitar esta oportunidade de ouro. Certamente não é uma questão de disponibilidade. Saindo de sete anos consecutivos de produção recorde de trigo, a Índia deve estabelecer um recorde de exportações de trigo no ano de comercialização de 2021-22 em quase 9 milhões de toneladas e pode quase dobrar essa quantidade na temporada seguinte, de acordo com Piyush Goyal, ministro do comércio da Índia.  

“Nossos agricultores garantiram que nossos celeiros transbordassem e estamos prontos para servir o mundo”, anunciou Goyal recentemente no Twitter no dia em que um acordo foi fechado com o Egito, o maior importador de trigo do mundo. A Índia planeja enviar delegações a outros grandes importadores de trigo, como Marrocos, Tunísia, Filipinas, Vietnã, Turquia e Líbano para tentar fechar acordos comerciais adicionais.

Para preencher o enorme vazio da Ucrânia no mercado de exportação de trigo e se tornar um fornecedor respeitável de longo prazo, a Índia deve superar vários obstáculos que podem sabotar suas melhores intenções. Preocupações persistentes sobre a qualidade do trigo do país são justificadas, e resta saber se a Índia pode produzir trigo de qualidade alimentar suficiente para satisfazer seus potenciais compradores. Como parte de seu acordo com o Egito, a Índia terá que modificar seu método tradicional e manual de limpeza de areia, pedras e outras impurezas de seus grãos e adotar um método mecanizado que atenda aos padrões internacionais. O Egito também poderá inspecionar o trigo antes do embarque.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.