Guerra vai trazer “crise alimentar”, diz de gigante de fertilizantes
CI
Imagem: Marcel Oliveira
INSUMOS

Guerra vai trazer “crise alimentar”, diz de gigante de fertilizantes

Para o Brasil, no curto prazo, a alternativa pode estar nos países árabes
Por: -Leonardo Gottems

“Vamos ter uma crise alimentar. É uma questão de saber o quão grande ela será”. A afirmação foi feita por Svein Tore Holsether, CEO da Yara International, ao comentar os efeitos da guerra na Ucrânia em entrevista ao jornal americano The Wall Street Journal. 

De acordo com ele, as sanções econômicas impostas contra a Rússia devem elevar o preço de alguns produtos e insumos – especialmente os fertilizantes. Isso porque o país comandado pelo presidente Vladimir Putin é responsável por quase um quinto das exportações de adubos prontos no mundo, segundo dados do Trade Data Monitor e do Green Markets, da Bloomberg, referentes a 2021.

Além disso, a Rússia é também um dos maiores exportadores das principais matérias-primas para a fabricação dos fertilizantes, tais como ureia, amônia e potássio. Com a guerra e as sanções comerciais, houve drástica redução dos nutrientes agrícolas no mercado – bem como o consequente  aumento de preços.

Para o Brasil, no curto prazo, a alternativa pode estar nos países árabes, onde o País já vem se abastecendo com 26% dos seus fertilizantes no ano passado. Segundo dados da Câmara de Comércio Árabe Brasileira (CCAB), esse comércio acabou movimentando US$ 4,2 bilhões em 2021. O valor ficou acima dos US$ 3,5 bilhões em exportações de fertilizantes prontos e potássio, amônia e ureia que a Rússia vendeu para o Brasil no mesmo período.

Além disso, o Brasil finalmente decidiu priorizar a produção nacional através do lançamento do Plano Nacional de Fertilizantes (PNF) no último dia 11 de março. Mas essa alternativa é para o longo prazo: pois a iniciativa, coordenada pelo Conselho Nacional de Fertilizantes e Nutrição de Plantas, tem a meta de reduzir a importação dos produtos de 85% para 45% até 2050.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.