Heinze propõe audiência pública para debater importância da calagem

Agronegócio

Heinze propõe audiência pública para debater importância da calagem

O parlamentar argumenta que a correção inadequada da acidez do solo causa desperdício de fertilizantes
Por:
1056 acessos
Está na pauta da reunião ordinária da Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados, desta quarta-feira, 27 de abril, o requerimento 42/2011, de autoria do deputado federal Luis Carlos Heinze (PP/RS), que propõe a realização de audiência pública para debater a implantação de políticas de apoio e incentivo ao uso do calcário agrícola nas lavouras.

O parlamentar argumenta que a correção inadequada da acidez do solo causa desperdício de fertilizantes. Ele aponta que um estudo da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa – revela que a perda e a evaporação de nutrientes aplicados na terra pode chegar a 30% pela falta de calagem.

De acordo com o parlamentar o setor de produção de alimentos não pode mais perder tanto dinheiro por falta de incetivo e conhecimento. Segundo ele, corrigir a acidez significa, efetivamente, aumentar a produtividade. “É extremamente vantajoso, pois possibillita às plantas extrair dele uma quantidade maior de nutrientes, o que evita desperdicio de adubos e, consequentemente, a redução dos custos de produção”, destaca.

Heinze propôs a realização da reunião para o dia 24 de maio, data em que, por inciativa do parlamentar, se comemora o Dia Nacional do Calcário Agrícola, instituído pela lei federal 12.889/11. O progressista também sugeriu que sejam convidados o ministro da Agricultura, Wagner Rossi, representantes dos ministérios do Desenvolvimento Agrário, da Fazenda e do Planejamento, da Casa Civil e os presidentes da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa – Pedro Antônio Arraes Pereira, e da Associação Brasileira dos Produtores de Calcário Agrícola – Abracal – Oscar Alberto Raabe.

A reunião da Comissão de Agricultura está marcada para as 10 horas, no plenário 6, anexo II da Câmara dos Deputados.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink