Helicoverpa: Defensivo deve ser aplicado em baixa população e lagartas pequenas
CI
Agronegócio

Helicoverpa: Defensivo deve ser aplicado em baixa população e lagartas pequenas

Afirma José Grigolli, da Fundação MS
Por: -Leonardo Gottems

José Fernando Jurca Grigolli, pesquisador da Fundação MS, explica como os produtores do Mato Grosso do Sul conseguiram bons índices de controle da Helicoverpa armigera. Ele integra um “grupo de trabalho”, que realizou levantamento durante a safra 2013/2014 para verificar a eficiência de determinados inseticidas contra a praga.


“Esse resultado [positivo] ocorreu em função dos produtores realizarem o monitoramento com grande intensidade, e fazendo as aplicações de inseticidas com baixa população da praga e com lagartas pequenas, o que facilita o seu controle e melhora a eficiência dos inseticidas utilizados”, afirma Grigolli. 


“Para lagartas grandes, este estudo indica alguns inseticidas com eficiência para o controle, mas as doses devem ser elevadas em até 25% e pode ser necessário o uso de baterias de aplicação, ou seja, aplicações sequenciais com intervalos de 10 a 15 dias, para realmente reduzir a população das pragas” complementa o especialista.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink